Palestra sobre Intolerância Religiosa – UNIFESP – Katia Di Giaimo

Gravei um vídeo com a transmissão da palestra que ocorreu na UNIFESP no dia 17/07/18, para aqueles que não puderam participar.

Novamente incluo o texto sobre o nosso despertar espiritual, independente de religiões somos seres humanos e devemos ter um olhar amoroso a todos nossos irmãos, independente de cor, raça, credo, religiões, etnias…

Cada momento da vida, somos chamados à novos aprendizados…

É uma voz interna nos chamando para nova etapa e assim vamos caminhando, num crescendo espiritual.

A grande maioria não sabe por onde começar.

Esse despertar é de cada um, não dá para pegar ninguém pela mão e dizer, vai por aqui, ou então segue por ali, se esse poder estivesse em nossas mãos levaríamos muitas pessoas junto, lamento dizer, mas esse despertar espiritual é solitário, individual.

Há realmente algo que nos desperta, ou a perda para a morte de alguém que amamos muito, ou uma doença voraz que nos sacode para compreender que a vida é fugaz, e que está escapando de nossas mãos, estamos perdendo o controle dela.

Mas será que precisamos ter um chacoalhão da vida para despertar?

Será que não podemos fazer isso, na pureza e na conexão divina, sem esse sofrimento?

Com amigos que nos compreendem e nos dão dicas do que devemos fazer, sintam no coração.

Vejo tudo com muita perfeição, a vida é uma grande escola nos ensinando a cada dia, a cada minuto, hoje consigo ver que pessoas estão vivendo no automático, simplesmente acordam feito zumbis indo em busca de cumprir seus deveres, fazendo aquilo que não gostam….

A vida passa amortecida, anestesiada e aí precisam levar esse susto para se conectar com o divino, com esse Deus maravilhoso.

Se estivéssemos mais próximos dessa divindade, nada disso seria necessário…

Mas estamos aqui em aprendizado e a cada momento da vida, vamos levando tropeções, cai, levanta e segue adiante isso faz parte da vida.

Não existe caminho certo ou errado, a proibição não deve existir porque somos seres livres para escolher aquilo que queremos para nós, existe uma conexão espiritual com cada egregora onde você está fazendo uma troca energética, sem fanatismos, sem crenças destrutivas, entrando com o coração aberto, mas ficando sempre ligado a tudo…

Não feche suas percepções para essa conexão, muitas vezes a sua saúde espiritual necessita de todos os seus sentidos para enxergar além dos olhos físicos.

Aprenda sobre tudo, leia sobre tudo, quanto mais avançar mais fácil será para analisar todas as coisas, sem medo de errar.

Você só pode avaliar algo se estudar, caso contrário você estará sendo mera marionete ou ventríloquo, como pode avaliar algo sem saber do assunto?

Fanáticos religiosos, querem agarrar suas “presas”, para fazê-las ovelhas do rebanho…

E quando você tenta sair vem as ameaças, fiquem atentos a amorosidade não impõe nada, o amor incondicional jamais proíbe ou aprisiona.

O amor incondicional liberta e nos conecta com a divindade maior.

Em qualquer lugar que forem, ampliem todos os sentidos se conectando com a essência divina.

Sintam se a egregora daquele local é amorosa ou não.

Somos seres livres e podemos transitar com essa liberdade em qualquer lugar do planeta terra, qualquer justificativa contrária, são ilusões que os homens criaram, fazendo com que nos afastássemos desse Deus divino, afastássemos de nós mesmos com convicções erradas e criando animosidades entre famílias, amigos em nome de religiões.

Muitas coisas podem acontecer nessa caminhada, tentando impedi-lo/a de alcançar a sua ascensão espiritual…muitos dirão que está louco/a, mas quanto mais alto conseguir chegar, mais perceberá que está na direção correta.

Desejo o melhor despertar a cada um de vocês.

Namastê!!!

Assistam a palestra!

 

 

Anúncios

Palestra sobre intolerância religiosa/Unifesp – Kátia Di Giaimo

Convido vocês para participar da palestra que darei hoje dia 17/07/18 às 14 horas na Unifesp, sobre intolerância religiosa, rua Botucatu, 862 – vila Clementino – São Paulo /SP Programação:https://empatacombr.files.wordpress.com/2018/06/banner-iv-simpc3a3c293sio-de-humanizac3a3c287c3a3c283o1-11.pptx

Um final de semana de muito estudo na Conscienciologia – Katia Di Giaimo

Um apanhado que fiz para entender um pouco o que é a Conscienciologia, sempre colocando aqui como é na minha visão, não sou consciencióloga mas adoro todo o conceito e técnicas que eles utilizam, sei que usam palavras difíceis e penso mesmo que isso poderia ser muito mais prático, com um linguajar mais acessível a todos.

Na minha visão a Conscienciologia é o estudo cientifico da consciência multidimensional, visando o entendimento de quem somos, onde estamos e para onde vamos.

Como assim?

Entendendo que não estamos aqui somente para comer, dormir, amar, casar, ter filhos, trabalhar e ganhar dinheiro para nosso sustento, que temos uma consciência que passou por diversas vidas e experiências trazemos uma memória dentro de nós.

A conscienciologia trás essa possibilidade de estudar quem fomos, o que estamos fazendo aqui e agora e para onde desejamos ir, podendo inclusive planejar nossas próximas experiências.

Através da projeção astral, temos essa liberdade de buscar informações no mundo dimensional, vivenciando e experimentando coisas que nosso mundo físico nos impede de enxergar com clareza.

Porque estudar isso?

Porque nossa vida atual é cheia de altos e baixos, ao renascer na terra, trazemos conosco um grupo de pessoas que possuem características diversas, muitos entre nós foram desafetos do passado e estamos aqui para curar essas feridas e entender tudo isso nos dá o entendimento para auxiliar tanto a nossa evolução como dessas pessoas que estão a nossa volta.

Alguns soltam de nossas mãos, buscando formas mais fáceis de continuar a vida na terra, transgredindo algumas leis carmicas e contraindo outras ainda maiores, mas são escolhas pessoais e não podemos ou devemos impedir que cada um tenha a sua própria experiência.

Eu com meu olhar mais empático da vida ainda sofro por ver algumas delas retrocedendo no caminho da existência humana.

Todos estamos aqui para evoluir como seres que somos, isso pode ser agora ou muito mais tarde, alguns precisam se lascar todo para dar continuidade daqui há algumas décadas, séculos ou milênios.

Algumas almas, se encolhem com medo de prosseguir, outras se vitimizam achando que são perseguidos pela vida e paralisam diante dela.Uma das formas que podemos melhorar é através da assistência, não evoluímos sem auxiliar aqueles que estão próximos ou distante de nós sem ter esse olhar e auxílio fraterno.

O que é fraternidade?

É o laço de união entre os homens, fundado no respeito pela dignidade da pessoa humana e na igualdade de direitos entre todos os seres humanos, mas quando falamos de conscienciologia, não podemos deixar de lado o mundo extra físico, porque esses laços se entrelaçam na multidimensionalidade.

Quando falamos de megafraternidade ampliamos esse conceito à outras dimensões, ou as multidimensionalidades existentes, sem deixar de pensar também em nós.

Não há evolução se deixarmos para trás seres que amamos, que prejudicamos e que se perderam no caminho da existência humana.

Neste curso aprendemos a criar condições para auxiliar consciências no ambiente físico e também no extra físico através de técnicas bioenergéticas.

Uma experiência inesquecível com o professor Marcelo Silva.

A profunda e sensível EQM “Experiência de Quase Morte” do Rael

Para quem nunca ouviu falar no termo EQM – “Experiência de Quase Morte” assista esse vídeo emocionante de Rael.

Há tanto entre nós e o mundo espiritual, não precisamos passar por essas experiências para sentir e compreender tudo isso, mas se por algum motivo isso ocorre no nosso mundo físico, são fatos que acontecem para comprovar que a vida após a morte existe.

Não são casos isolados, eles tem acontecido frequentemente e cada dia mais as pessoas acordam desse “pesadelo” vivenciado chamado EQM, despertando para uma consciência ampliada de si mesmos, uma nova visão da sua própria vida.

Procuram entender o que há depois da morte já que perceberam que ela é apenas uma vírgula nas várias existências humanas, mergulham em profundos estudos, meditações para compreender o que aconteceu de fato naquela experiência tão profunda.

Iniciam então uma nova jornada de entendimento na sua existência humana.

Fonte: Afinal, o que somos nós?

Sensações ou sinais pessoais que indicam a existência de intrusão, assédio ou obsessão – Nanci Trivellato

Nanci Trivellato dá dicas preciosas quando estamos sofrendo algum tipo de intrusão, assédio ou obsessão…

Nem sempre estamos atentos a esses “ataques” às nossas energias, mas o olhar observador e os nossos sentidos precisam estar sempre vigilantes e alertas, como uma antena a captar os menores sinais.

Vale a pena dar uma olhada nesta live que ela fez com perguntas e respostas.

Fonte: Nanci Trivellato

IV Simpósio de Humanização e Espiritualidade na Saúde – UNIFESP

0fdaa269-c434-4689-be4d-9b17cc60c9c1Quero convidá-los a participar do IV Simpósio de Humanização e Espiritualidade na Saúde, para fazer a sua inscrição gratuita basta enviar um e-mail para humanespsaude@gmail.com

O Simpósio  discutirá uma temática relevante na área da saúde, ética e moral.

Seu objetivo é disseminar o saber, com a moção de recursos provindos de experiências contidas no âmbito profissional no contexto de  Administrar sentimentos e relações.

O projeto visa desenvolver parâmetros que possam trazer, a ruptura de relações superficiais e fugazes, de forma a resgatar a origem primordial, o contato humano.

Katia Di Giaimo (eu) e Marcia Orte Abade, abordaremos o assunto racismo e intolerância religiosa na terça-feira dia 17/07/18 às 14 horas.

Local: Anfiteatro Marcos Lindemberg

Endereço: Rua Botucatu, 862 – Vila Clementino – São Paulo/SP

Confira a programação!

👇🏻👇🏻👇🏻

Banner IV SIMPÓSIO DE HUMANIZAÇÃO1 (1)