Saulo Calderon responde minhas perguntas

Neste vídeo Saulo responde duas perguntas minhas, sobre as Pessoas Empatas e sobre a Ectoplamia e a saúde, adoro as explicações dele e compartilho com vocês os trechos de duas FAQs que postou.

Aqueles que não conhecem o Saulo Calderon, tem um trabalho lindo na internet, tudo de forma gratuita sobre Projeção Astral e foi com ele que aprendi muitas coisas, fala de espiritualidade com simplicidade de forma adorável.

Aconselho conhecerem o canal do Saulo Calderon, deixarei um link abaixo  para que possam acessar e conhecer o belíssimo trabalho que faz.

Se quiserem assistir as FAQs na íntegra encontrará no YouTube, são as de número 339 e 382, todos os assuntos abordados são excelentes.

Fica a minha dica neste feriadão de finados.

E vocês, já fizeram as suas preces para os antepassados?

Gratidão eterna, pois graças a eles que nos antecederam estamos aqui, cumprindo a nossa missão de vida.

Namastê!!!

site do Saulo Calderon: http://www.viagemastral.com

Links das faqs na íntegra:



Fonte: https://www.youtube.com/user/saulocalderon

Anúncios

Cura Prânica / Frequência Vibracional / Energias

Quando marcamos uma reunião entre amigos para falar de um assunto que encanta sobre Cura Prânica, frequência Vibracional, energias, entre outros assuntos, a hora passa rápido demais.

E quando essa reunião pode ser expandida para ensinar outras pessoas, fazendo o bem e espalhando um pouco do nosso conhecimento para todos, fica ainda melhor.

Dá a sensação de que nossa sala de bate papo ganhou uma outra dimensão no tempo e no espaço.

Compartilho o contato de todos que estiveram nesse bate papo, mais os vídeos de limpeza e leitura energética do ambiente e ainda o exercício do perdão que comentamos no decorrer do nosso bate papo.

Proteção do Ambiente:

Exercício do Perdão:

Katia Di Giaimo

Instagram: katiadigiaimo

Fanpage: https://m.facebook.com/pessoasempatas

youtube.com/KatiaDiGiaimo

https://empatas.com.br

E-mail: empatas.com.br@gmail.com


Denise Romão

Instagram: denise_romao_

Instagram: espacopadme

https://www.institutopadme.com.br/

Facebook: https://www.facebook.com/espacopadmehum/

E-mail: contatopadmemcks@gmail.com


Vannia Parma

@vanniaparma

vanniaparma.com.br

FB – Vannia Parma

vanniaparma@afinacaodaalma.com.br

http://afinacaodaalma.com.br/terapia-pranica/


Luís Carlos Massa Junior

Instagram: jumassa

https://www.facebook.com/jumassa

E-mail: jumassa@gmail.com

Nosso agradecimento à Marcia Orte Abade da Rádio Remix Exotera por ter aberto generosamente essa sala de bate papo para todos nós.

https://www.youtube.com/channel/UCaHgL1sr3DvqwXZdbEI633A

Video sobre Cura Prânica, Frequência Vibracional, Energias e muito mais.

👇🏻👇🏻👇🏻

Você está vivendo o caos? Katia Di Giaimo

Chega um momento na vida da gente em que queremos ficar quietos, longe de tudo e todos para recompor, organizar pensamentos e sentimentos, olhar tudo que já vivemos e tudo que ainda há para viver.

Colocar na balança tudo que aprendemos desde a infância até hoje…

Parar e pensar e agora, que rumo tomar?

Se olharmos para o CAOS que as vezes mexe em tudo, vira de cabeça pra baixo, não entendemos muito bem porque precisamos passar por isso.

E porque tudo que parecia ser estável se torna instável?

De repente você percebe que tudo que você deu valor, era pequeno demais diante da imensidão da vida e quando olhamos para essa única vida achamos muitas vezes que estamos sendo injustiçados, que somos vítimas…

E que tal ir mais além, outras vidas…

Porque acontece essa reviravolta?

Já se perguntou isso?

Nossa vida não pode ficar estagnada, principalmente quando queremos e pedimos para evoluir no caminho da espiritualidade, tudo se movimenta para você seguir e avançar.

Então o CAOS é ferramenta divina para nos tirar do ostracismo e realmente fazer mudanças importantes, dando sequência na tarefa que pré estabelecemos antes de vir para o planeta terra.

Viva o CAOS, ele faz parte do seu aprendizado, olhe para ele e acolha com seu coração, olhe para as tristezas com o carinho necessário, não fuja dela, não tema, olhe de frente e se permita viver tudo isso sem medo.

Gravei um vídeo falando um pouco sobre isso.

Muita paz, luz e vibrações positivas

🙏🏻🙏🏻🙏🏻

Empatas – Relacionamentos Tóxicos

Uma toxina, num contexto científico, é uma substância de origem biológica que provoca danos à saúde de um ser vivo ao entrar em contacto ou através de absorção, tipicamente por interação com macromoléculas biológicas, tais como enzimas e receptor.

Fonte: Wikipédia

O que é um relacionamento tóxico e como ele pode chegar até nós?

Vamos lá, vou tentar explicar aqui com minhas palavras e com aquilo que já pude presenciar na minha existência de vida.

Os relacionamentos tóxicos podem vir de onde menos imaginamos, temos uma visão social de que pais, mães são seres divinos, enviados por Deus como anjos a nos proteger, mas nem sempre é assim, essas toxinas podem e acontecem em sua grande maioria dentro das nossas casas de:

– Pais para filhos;

– Filhos para pais;

– Entre casais, amor romântico entre duas pessoas ou mais, heterossexuais, homossexuais…e por ai vai…

– Amigos;

– Irmãos;

– Tios;

– Colegas de trabalho;

– Patrões para os empregados;

– Empregados para patrões

Existe uma infinidade de relacionamentos tóxicos, cabe a nós identificar dentro da nossa vida, dos nossos relacionamentos, se estamos vivendo algo assim…

Qualquer relacionamento precisa ser “SADIO”, “SAUDÁVEL”, precisa ser uma via de mão dupla, existir troca, se não é desta forma, um sinal acende, primeiro esse farol fica piscando na cor amarela, como um alerta de que algo não está bem, PARE E DÊ ATENÇÃO AO AMARELO, o problema está quando o vermelho começa a piscar e continuamos achando que o sinal está verde…

Nestes relacionamentos abusivos e tóxicos pude ver muita coisa:

  • Já vi mãe que escolheu entre a filha pequena e o padrasto que abusou desta mesma criança, escolher o macho alpha e deixar a sua filha ser entregue para um abrigo;
  •  Vi uma criança que foi espancada pela mãe, com marcas nas costas e muita dor emocional, chorar a falta que essa mesma mãe abusiva faria ao ser abrigada (era o que ela tinha de referência de amor)
  • Já vi uma bebê prematura morrer a mingua, pelo abandono de incapaz, em seus poucos dias de vida.
  • vi muitos amores se desfazerem por luxurias, sexo, egos, traições…
  • vi colegas de trabalho, minando a imagem do outro para tomar seu lugar.
  • Vi patrões abusarem de seus funcionários;
  • Vi irmãos se comportando igual duas crianças que disputam um carrinho, por competição de atenção e carinho.
  • Vi filhos que não estão nem aí para pais idosos..
  • Pais que não estão nem aí para seus filhos.
  • vi médicos abusarem dos seus pacientes, inertes e anestesiados…
  • Vi pacientes usarem de sacanagem para denegrir nome de médicos também…

Há uma infinidade de tipos de “relações tóxicas” o que cabe a nós, é percebê-las e fazer algo para que possamos sobreviver ao que estes relacionamentos causam, precisa fazer algo para elas cessarem.

Quando continuamos “tentando”, mas não sentimos mais a sintonia que faz o amor ser sublime…..

Algo se arrasta e aquela fluência dos primeiros tempos  não acontece…ou ela nunca existiu e só você não percebeu….

Relacionamentos tóxicos vão minando nossos centros de força, tirando o nosso foco da realidade, manipulando, criticando, fazendo com que nossa visão fique turva e já não consigamos identificar o certo do errado.

Eles sempre são abusivos, sempre há perda energética neste tipo de relação, onde uma parte perde e a outra suga feito mariposa em torno da luz.

Alguns relacionamentos são verdadeiras prisões afetivas, onde ao invés de criar um espaço amoroso onde ambos se identificam, realizam e criam juntos numa relação saudável, acabam por se torturarem e machucarem.

Algumas pessoas vivem em verdadeiros cativeiros emocionais, nem sempre essa relação é percebida, acabam vivendo de pequenas migalhas afetivas….

Como a Síndrome de Estocolmo, é o nome normalmente dado a um estado psicológico particular em que uma pessoa, submetida a um tempo prolongado de intimidação, passa a ter simpatia e até mesmo amor ou amizade perante o seu agressor.

Existe uma distorção, o opressor nesta relação abusiva conduz o relacionamento como a estender o sofrimento da pessoa que está no cativeiro emocional e ela parece se alimentar neste jogo de manipulação que faz.

Como criar defesas contra tantos abusos absurdos?

– Ser dono de si mesmo.

– manter uma distância saudável, delimitando espaços até que você possa entender o que está acontecendo na relação.

– Não ficar ouvindo o zum zum zum da sociedade, família, amigos, silencia a voz externa para que você possa ouvir a sua alma, o que ela quer e precisa, faça meditação para acalmar a sua mente.

– Ouvir sempre o que o seu coração diz, ele é a sua voz interna que te direciona ao que precisa fazer.

– Não se vitimizar, olhar para tudo que aconteceu na sua vida e ser grato/a porque o que vivenciou ou experimentou te fez crescer como pessoa e espírito, te fez andar para a frente e ser hoje quem você é.

– Olhe para você, você é um ser de luz, que tem sonhos, gosta de coisas, tem projetos de vida e que  nunca pôde executá-los por conta de filhos, estudos, trabalho, marido, mulher, pais….chegou a hora de você realizar o que a sua alma quer, o que a sua alma veio fazer aqui, qual o recado que ela tem e quer dar ao mundo?

Já pensou nisso?

Deixo aqui o convite para ouvir o audiobook do Pe. Fabio de Melo: “Quem me roubou de mim”, link abaixo.

Ouvir o bate papo que tivemos na Rádio Remix Exotera, Marcia Orte Abade, Sonia Regina, e eu Katia Di Giaimo, falando do tema Relações Tóxicas e muito mais.

Quem me roubou de mim

 

VITIMIZAÇÃO – Katia Di Giaimo

Hoje venho até vocês falar sobre o papel que muitas vezes desempenhamos na vida, algumas vezes como vítimas das circunstâncias ou pessoas …..

a saber:

Vitimização, segundo o dicionário é ato ou efeito de (se) transformar em vítima.

Auto-vitimização acontece quando uma pessoa ou instituição se coloca no papel de vítima ou pessoa perseguida para anular críticas, opiniões ou objeções contra as quais não consegue contra-argumentar.

Processo que torna algo ou alguém vítima de; ação de vitimar, de tornar vítima ou de ser o alvo único de uma ação injusta…

[Informal] Comportamento ou modo de se portar semelhante ao de uma vítima (pessoa que sofre): ninguém suportava sua incompetência disfarçada de vitimização.

É muito mais fácil apontar as pessoas como culpadas do que olhar para nosso próprio umbigo e perceber o quanto estamos fazendo ou agindo errado.

Explodir em raiva atacando as pessoas pelas nossas frustrações é o primeiro passo, depois geralmente vem a tal da vitimização.

No mundo quântico, ação provoca reação, nossos medos e inseguranças acabam por atrair justamente aquilo que não queremos pra nós e que somos co-criadores desses fatos que nos acontece.

Verdade ou mentira?

Convido você a olhar tudo que está rolando a sua volta, veja se não há um reflexo de tudo que está guardado bem aí dentro de você, como medos, inseguranças e por aí afora?

Criamos o tempo todo no universo, o lado externo só materializa de acordo com as nossas criações.

Um exemplo disso: Você está trabalhando e não está feliz com o emprego, está emanando essa energia o tempo todo para o universo, de repente você recebe uma carta de demissão….

O que de fato aconteceu?

Você enviou ao universo informações mentais de que aquilo que estava fazendo não era do seu agrado e como resposta ele te trouxe exatamente aquilo que estava pedindo e emanando o tempo todo.

Seu desejo simplesmente foi atendido pelo universo

Que papel tem a vitimização nisso tudo?

Piorar as circunstâncias que está vivendo, atraindo mais e mais aquilo que está emanando.

Aprenda a sair desse quadro mental que criou para si e vá em busca de felicidade, crie para você um mundo mais leve, mais harmônico.

Viajei na maionese?

Experimente!

Bem, gravei um vídeo falando sobre a tal da vitimização.

Confira!!!

Respondendo E-mail: Qual caminho devo seguir?

Ola Katia! Tudo bem?
Meu nome é Aline, tenho 30 anos.
Já tive contato com vc por email em algum tempo atrás, mas eu era jovem ainda rsrs e talvez não dei a devida atenção para minha condição mediúnica.
Passaram alguns bons anos e cá estou de volta.
Resumidamente, eu já “sofri” muito, mais ou menos como você relatou. Passava mal nos lugares, vomitava, dores pelo corpo, cabeça.
Bom, um dia uma moça me disse que eu tinha mediunidade e fui para o Kardecista. Trabalhava na sala de passe, mas sempre acabava passando mal. Um dia me disseram que tinha que ir na  Umbanda, pq minha mediunidade era para trabalhar no descarrego.
Fiquei um tempo lá, mas sai, pq não me encontrei mais.
Fiquei um tempo longe mas sempre acabo tendo que voltar para alguma atividade, pq as dores, até o meu psíquismo fica muito alterado.
Encontrei uma moça que trabalha com Reike quântico, fiz também apometria. Mas sinto a necessidade de “ descarregar” energia de alguma meneira. Creio que estou meio perdida ainda, mas um dia me acho. Rsrs
Enquanto isso, faço cursos, estudo sobre o tema, enfim.
Queria saber sobre a cura pranica.
E também, queria te perguntar. Qual a missão do Empata? O que viemos fazer? Sentir a dor do outro, não eh mole não. Rsrs
Beijo grande!
Gratidão
Aline

Palestra sobre Intolerância Religiosa – UNIFESP – Katia Di Giaimo

Gravei um vídeo com a transmissão da palestra que ocorreu na UNIFESP no dia 17/07/18, para aqueles que não puderam participar.

Novamente incluo o texto sobre o nosso despertar espiritual, independente de religiões somos seres humanos e devemos ter um olhar amoroso a todos nossos irmãos, independente de cor, raça, credo, religiões, etnias…

Cada momento da vida, somos chamados à novos aprendizados…

É uma voz interna nos chamando para nova etapa e assim vamos caminhando, num crescendo espiritual.

A grande maioria não sabe por onde começar.

Esse despertar é de cada um, não dá para pegar ninguém pela mão e dizer, vai por aqui, ou então segue por ali, se esse poder estivesse em nossas mãos levaríamos muitas pessoas junto, lamento dizer, mas esse despertar espiritual é solitário, individual.

Há realmente algo que nos desperta, ou a perda para a morte de alguém que amamos muito, ou uma doença voraz que nos sacode para compreender que a vida é fugaz, e que está escapando de nossas mãos, estamos perdendo o controle dela.

Mas será que precisamos ter um chacoalhão da vida para despertar?

Será que não podemos fazer isso, na pureza e na conexão divina, sem esse sofrimento?

Com amigos que nos compreendem e nos dão dicas do que devemos fazer, sintam no coração.

Vejo tudo com muita perfeição, a vida é uma grande escola nos ensinando a cada dia, a cada minuto, hoje consigo ver que pessoas estão vivendo no automático, simplesmente acordam feito zumbis indo em busca de cumprir seus deveres, fazendo aquilo que não gostam….

A vida passa amortecida, anestesiada e aí precisam levar esse susto para se conectar com o divino, com esse Deus maravilhoso.

Se estivéssemos mais próximos dessa divindade, nada disso seria necessário…

Mas estamos aqui em aprendizado e a cada momento da vida, vamos levando tropeções, cai, levanta e segue adiante isso faz parte da vida.

Não existe caminho certo ou errado, a proibição não deve existir porque somos seres livres para escolher aquilo que queremos para nós, existe uma conexão espiritual com cada egregora onde você está fazendo uma troca energética, sem fanatismos, sem crenças destrutivas, entrando com o coração aberto, mas ficando sempre ligado a tudo…

Não feche suas percepções para essa conexão, muitas vezes a sua saúde espiritual necessita de todos os seus sentidos para enxergar além dos olhos físicos.

Aprenda sobre tudo, leia sobre tudo, quanto mais avançar mais fácil será para analisar todas as coisas, sem medo de errar.

Você só pode avaliar algo se estudar, caso contrário você estará sendo mera marionete ou ventríloquo, como pode avaliar algo sem saber do assunto?

Fanáticos religiosos, querem agarrar suas “presas”, para fazê-las ovelhas do rebanho…

E quando você tenta sair vem as ameaças, fiquem atentos a amorosidade não impõe nada, o amor incondicional jamais proíbe ou aprisiona.

O amor incondicional liberta e nos conecta com a divindade maior.

Em qualquer lugar que forem, ampliem todos os sentidos se conectando com a essência divina.

Sintam se a egregora daquele local é amorosa ou não.

Somos seres livres e podemos transitar com essa liberdade em qualquer lugar do planeta terra, qualquer justificativa contrária, são ilusões que os homens criaram, fazendo com que nos afastássemos desse Deus divino, afastássemos de nós mesmos com convicções erradas e criando animosidades entre famílias, amigos em nome de religiões.

Muitas coisas podem acontecer nessa caminhada, tentando impedi-lo/a de alcançar a sua ascensão espiritual…muitos dirão que está louco/a, mas quanto mais alto conseguir chegar, mais perceberá que está na direção correta.

Desejo o melhor despertar a cada um de vocês.

Namastê!!!

Assistam a palestra!