SOBRE

Espaço dedicado ao estudo daqueles que tem o dom da empatia!

Olá! Seja muito bem vindo(a).

Este é um espaço dedicado ao compartilhamento de informações que podem ser úteis para Empatas e/ou para pessoas que convivem com aqueles que possuem o Dom da Empatia.

Alguns chamam de Empata, outros de Sensitivo e há ainda aqueles que chamam de Médium Esponja (talvez existam outros nomes e vamos descobrir juntos). Mas, na verdade a nomenclatura não é o mais importante. O que realmente importa é identificar as características ou sintomas e aprender a lidar com tal condição da melhor maneira possível.

Me chamo Katia Di Giaimo, tenho 53 anos, sou casada e mãe de uma moça linda que amo muito. Moro em São Paulo/SP, sou formada em administração, parei de trabalhar este ano de 2016 para me dedicar ao estudo da Conscienciologia, Projeciologia, Mecânica Quântica, Pranic Healing, PNL – Programação Neurolinguística e a mediunidade em geral, fazendo cursos e me dedicando à espiritualidade na tentativa de descobrir mais sobre este dom que está tão aflorado.

Descobri-me empata aos 49 anos (na verdade nunca tinha lido ou ouvido falar esta palavra), mas tenho todos os sintomas da empatia desde a infância, só não sabia disto até dezembro de 2015.

Aos 6 meses de idade minha mãe conta que caí do trocador, e desde então sofro desmaios. Fui a diversos médicos durante esses 51 anos procurando doenças que nunca existiram realmente em mim, fiz exames diversos inclusive de tomografia e tudo está “normal” comigo e com meu cérebro, porém, tenho imensas enxaquecas, vômitos e desmaios.

Algumas vezes pressinto acontecimentos gerais, além de pressentir a morte e a vida de pessoas ligadas a mim ou não.

Sinto a tristeza das pessoas, doem no meu peito como se fossem minhas próprias, mas também sinto as alegrias, amor, euforias, inveja, ciúmes, ódio, rancor, entre tantos outros sentimentos.

Crianças/bebês e animais, reconhecem em mim alguma coisa diferente… Seus olhares são de alegria e um sentimento de bem estar quando ficam próximos.

Em lugares onde muita gente se aglomera, não consigo ficar por muito tempo, minhas energias são drenadas e após algum tempo, preciso me retirar porque as enxaquecas, vômitos e desmaios acontecerão fatalmente.

A busca por tudo que acontece comigo, após o falecimento do meu pai (faleceu no dia do meu aniversário e eu soube disso antes de acontecer) aumentaram ainda mais.

Quando durmo, meu espírito se projeta no mundo astral e tenho inúmeras experiências fora do corpo físico.

Um breve resumo de quem eu sou e como descobri esse dom, depois de muito sofrer no corpo físico, me fez pensar em criar algo que pudesse reunir informações e sensações com a intenção de catalogar, identificar e melhorar todas essas energias que não sabemos de onde vem e porque vem.

Ao criar o canal do Youtube e gravar vídeos, pensei se isto não me prejudicaria já que estaria me expondo para pessoas que não conheço, atraindo de certa forma energias desconhecidas e acabei optando por me expor e ajudar pessoas iguais a mim que buscam respostas para tudo isso que acontece com um empata.

Pouco encontrei na internet de respostas sobre EMPATAS | SENSITIVOS | MÉDIUNS ESPONJAS, por isso nasce este blog.

Após breve apresentação e justificativa, deixo em destaque dois links para você entrar no assunto e descobrir se veio ao lugar certo:

A Empatia: para que possamos começar a compreender o que é ser um empata, precisamos primeiramente compreender do que se trata a empatia.

Empata, Sensitivo ou Esponja: com base neste post você poderá responder para si a pergunta que não quer calar… “Será que eu sou Empata?”


Formação:

A busca pelo autoconhecimento teve um grande salto na minha vida e relaciono aqui alguns cursos que fiz para aprimorar minhas percepções energéticas, meu parapsiquismo e compreender melhor tudo que acontecia comigo e a minha condição sendo Empata.

Curso 2010:

Instituto Você – Programação Neurolinguística – http://www.1234voce.com.br


Cursos 2015:

Projeção Astral com Saulo Calderon – http://www.viagemastral.com

  • básico
  • intermediário
  • avançado
  • ouvi/assisti todas as FAQs – são mais de 700

Cursos 2016:

 

    • Metadesperticidade – em Belo Horizonte com Nancy Trivellato e Wagner Alegretti – IAC World

 

    • Curso Percepções energéticas – em São Paulo com Wagner Alegretti- IAC World

 

    • Curso Ectoplasmia e a saúde – em São Paulo com Hernande Leite – Ectolab – http://ectolab.org/

       

       


 

  • CoachingCoaching Hernande leite – Ectolab
  1. Coaching Wagner Alegretti- IAC World
  2. Consultoria de vida – Gisela Vallin – http://www.giselavallin.com/
  3. Leitura de Aura – Andreia Peixoto – https://www.andreiapeixoto.com.br

400 horas de estudos da Conscienciologia – https://www.youtube.com/user/Tertuliarium

400 horas de palestras e estudo da Mecânica Quântica – com Helio Couto – https://cursosheliocouto.com.br


Cursos 2017:

 Curso de Imersão em ectoplasmia – Foz do Iguaçú em março – Ectolab

 Curso de Ectoplasmia interassistencial /EAD – julho/agosto/setembro- Ectolab

RH – Ressonância Harmônica com Helio Couto – https://cursosheliocouto.com.br

  • 16/01/17 – 1ª onda
  • 12/04/17 – 2ª onda
  • 25/07/17 – 3ª onda      

HipnoQuantum – Novembro com Wesley Newton – wesley.newton@gmail.com

____________________________________

Terapia Reencarnacionista – dias 15 e 22 de novembro/18 e 05 de dezembro/18 com Jefferson L. Orlando

Contato: http://www.soldoeverest.com.br/                                           


Espaço Padme – http://www.institutopadme.com.br

    1. Pranic Healing Course – em abril/17 – São Paulo

 

    1. Advanced Pranic Healing Course – Julho/17 – São Paulo

 

    1. Reciclagem em 16 e 17 de Maio/18

 

    1. Pranic Healing Psychotherapy Course (Curso de psicoterapia de cura prânica) – outubro/17 – São Paulo

 

    1. Reciclagem em 31/05 e 01/06 de 2018.

 

    1. Psychic Self Defense (Defesa pessoal psíquica) – em fevereiro/18 – São Pedro

 

    1. Pranic Crystal Healing (Cura de Cristal Prânico) – 24 e 25 de Março/18 – Osasco/SP

 

    1. Achieving Oneness With the Higher Soul Course (Alcançando a unidade com o curso de alma) – 18 e 19 de agosto/18

 

    1. Inner Teachings of Hinduism Revealed Course (Ensinamentos Internos do Hinduísmo Curso Revelado) – 20 de julho/18

 

  1. Arhatic Yoga Preparatory Course (Curso Preparatório de Yoga Arhatic) – 21 e 22 de julho/18
  2. Universal and Kabbalistic Meditation on Lords Prayer (Meditação Universal e Cabalística na Oração do Pai Nosso) – 28 de setembro/18
img_4132-2

Cursos 2019:

Técnica Ectoplasmia Assistencial – com Fred Ganem – 12 e 13de abril


Gostaria de sugerir conteúdo para o nosso blog? Entre em contato.
Email 1: empatas@uol.com.br
Email 2: empatas.com.br@gmail.com
Youtube: Katia Di Giaimo
Facebook: facebook.com/pessoasempatas


Anúncios

198 comentários sobre “SOBRE

  1. Weber disse:

    Olá Kátia! Primeiramente muita luz para você! Sou um empata, seu site me trouxe um conforto, pois vejo que assim como eu, existem várias pessoas que sentem, sofrem, se angustiam por serem empatas, então não me sinto só. Minha vida inteira sempre me achei um alien, uma pessoa diferente que nunca se encaixava/se encaixa em algum grupo, a sensação de não pertencer aqui é muito grande, por isso, talvez as estrelas/o universo me fascinam muito, há algo lá que me chama atenção e isso é incompreensível para mim às vezes. Nunca fui Kardecista ou frequentei a Umbanda e o Candomblé, apesar de ler alguns exemplares kardecistas cedidos por colegas de trabalho. Minha mediunidade já se aflorou diversas vezes, mas uma vez em especial uma mulher vestida de branco (como enfermeira) ao lado da minha cama havia me dito que minha reencarnação havia sido incompleta, sonho real, e as energias negativas já me sugaram e me sugam constantemente. O olhar das pessoas (daquelas que vc foge constantemente), o tom de voz, a presença de algumas pessoas, a expressão facial delas, a tv, os filmes sombrios e de violência, quando alguém sofre….Tudo é motivo para me sentir mal, tonturas, sensação de peso e dores na costas, sensação de querer somente ficar deitado….Me sinto Kátia completamente só, aos 38 anos, meus relacionamentos não vão para frente, na verdade eles não se materializam apesar de ter boa aparência, o que é a porta de entradas. E…eu me isolei, é do trabalho para casa, da casa para o trabalho, porque estar só, por um lado, me evita de estar constantemente sofrendo, sofrendo pela energia negativa do outro, pela maldade do outro, pela falta de compaixão pelo outro e por me sentir um alien, diferente nos gostos musicais, diferente na abordagem e educação com o outro. Sou calmo, mas já perdi o controle. Uma vez uma kardecista, ao relatar a ela que estava me sentindo mal por causa de uma energia que me circundava, pediu-me que ao me aproximar de uma árvore pedisse a ela que trocasse suas energias comigo, a árvore começou a morrer em poucos dias, a secar de baixo para cima, me senti muito mal, porque estava levando comigo uma energia sugada, não minha….absorvida….Kátia, preciso de ajuda….Não por estar em alguns momentos em desequilíbrio com as energias, mas por não saber impedir que essas energias cheguem e me causem tamanho estrago…Obrigado!

    Curtido por 2 pessoas

    • Katia Di Giaimo disse:

      Weber, bem vindo ao mundo empático!!!
      Acredite, você não é um ET, nem um Alien, estamos aqui aprendendo com a vida….
      São muitas informações que absorvemos de tudo e todos, mas é possível mudar nossa condição, se não assistiu ainda o vídeo Esponja x Empata, vou deixar o link pra você dar uma olhada, acho que pode te auxiliar nessa compreensão.

      Se quiser, me adicione no facebook procure Katia Di Giaimo, podemos trocar algumas figurinhas.
      Você teve algumas experiências talvez em projeção astral, ou fora do corpo….se gosta do assunto, vou te dar uma dica acesse
      o site do Saulo Calderon, ele explica sobre viagem astral com maestria, http://www.viagemastral.com tem diversos cursos todos gratuitos e da melhor qualidade.
      Também curta a fanpage Pessoas Empatas, encontrará meus posts lá e podemos interagir mais pelo messenger.
      Te espero por lá.
      Abraços
      Muita paz, luz e energias positivas

      Curtir

      • Sarah disse:

        Oi katia !!! Meu nome é sarah e tenho apenas 18 anos mas já reconheci que sou uma empata. Sempre soube quando algo de errado estava acontecendo com as pessoas ao meu redor, e também quando mentiam pra mim a respeito disso. Sinto um turbilhão de emoções em cada lugar que passo e recentemente sinto que a sensitividade aumenta, e não sei lidar com ela. Não consigo ficar dentro da sala de aula muitas vezes de tanta carga que recebo, acabo chorando sem um motivo aparente no meio de situações e nem mesmo tenho uma explicação pra isso…desde criança sinto uma necessidade descomunal de ajudar as pessoas, sempre me aproximei de todos aqueles que eu, sendo empata, sabia que precisavam de ajuda. Porém percebi recentemente que acabo atraindo para o meu convívio pessoas que acabam drenando a minha energia, me sinto mal comigo mesma e ainda tenho um pouco de dificuldade em reconhecer o que é meu e o que é do outro. Acordo a noite com insônia sentindo coisas horríveis que nem mesmo parecem vir de mim e estou começando a ficar desesperada. Parei de comer carne faz dois anos, justamente pela empatia, mas parece que isso só aumentou a sensibilidade e me sinto desprotegida em todos os lugares que vou. Também tive experiências com espíritos mas simplesmente estou com medo demais pra desenvolver a minha mediunidade, espero que possa me dar algumas dicas de como saber lidar com isso pra melhorar minha vida. Obrigada.

        Curtido por 1 pessoa

      • Katia Di Giaimo disse:

        Sarah, sei o que está passando mas acredite que saber que é empata já é um grande avanço na tua estrada.
        O que acontece agora com você pode ter muito a ver com a parte hormonal, muitos jovens sentem tudo muito forte, sei porque eles relatam isso pra mim.
        Aqui não é questão de desenvolver mediunidade, mas estudar sobre as energias.
        No meu blog http://www.empatas.com.br/orientacoes encontrará algumas informações sobre chacras, energias e corpos astrais…da uma olhada la.
        Pode auxiliar bastante, estudar é algo que te abrirá a mente com relação ao medo.
        Quando não sabemos como as coisas funcionam, criamos “fantasmas” desnecessários para nossa evolução.
        Não sei de qual cidade você é, sei que existem alguns locais que fazem trabalhos energéticos talvez seja interessante você procurar algum curso destes para colocar em prática tudo isso.
        Qualquer dúvida estou por aqui.
        🙏🏻Namastê🙏🏻

        Curtir

  2. Joana Melo disse:

    Estou a identificar-me tanto convosco… preciso urgentemente de aprender a filtrar estas energias, eu sou assim desde criança, muito sensível a tudo o que se passa à minha volta, desde que fui mãe ainda se aflorou mais a minha sensibilidade, sinto muito as dores dos outros, choro e sinto profunda tristeza com catástrofes e tudo que acontece de mal com os outros, mesmo pessoas com quem já me incompatibilizei, mas isso tem-me tornado amedrontada… parece que tudo se foi concentrando em mim, para além de estar rodeada quer na família, trabalho e até nos tempos de escola por pessoas muito críticas, autoritárias e que me foram tornando mais negativa… eu sentia tanto a energia positiva como a negativa e actualmente parece que só sinto a negativa, mas sou extremamente grata e consciente das coisas boas que tenho na minha vida, a começar pela minha filha que é a dádiva divina da minha vida.

    Relativamente a esta absorção de energias densas e de atração de pessoas negativas tem que ter um travão porque me impossibilita de voltar à minha essência que é de espalhar alegria e só consigo sorrir para a minha filha, é a coisinha mais pura que tenho na minha vida, de resto sinto que a família está toda do avesso, só criticam só querem criar mal estar…

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Joana Melo,
      Bem vinda ao blog, espero que as matérias que trago possam auxiliar você na busca por conhecimentos.
      É bom ter um norte, saber por onde devemos começar e buscar um sentido para tudo que sentimos.
      Leve todo seu foco para a questão energética, somos formados por corpo físico, corpo espiritual ou energético e nosso campo mental, para entender melhor:
      Soma é o nosso corpo físico, o psicossoma é o veículo de manifestação pelo qual a consciência se manifesta no plano extrafísico; corpo astral; perispírito; corpo espititual; astrossoma; corpo dos desejos; corpo psíquico; corpo emocional; corpo fluídico; corpo sutil; duplo astral.
      Se entendemos que não somos somente um corpo físico, precisamos aprender a lidar com a nossa condição energética, mas não é só isso, manter nossos pensamentos em estado de vigília, monitorando para que sentimentos e emoções não modifiquem o padrão.
      Você disse que é uma pessoa alegre, se esse é o seu padrão, quando a tristeza penetra em você é porque encontrou alguma brecha e precisa aprender a detectar isso para fechar esse acesso entende?
      Bem minha dica, deixei alguns vídeos que explica um pouco sobre isso que falei no http://www.empatas.com.br/orientacoes e também encontrará vários vídeos e técnicas que pode iniciar um trabalho energético.
      Espero de coração que auxilie você na sua busca, além dos posts que sempre faço com a intenção de auxiliar na busca por conhecimento daqueles que chegam até aqui.
      Namastê
      Gratidão por estar aqui

      Curtir

  3. Joana Melo disse:

    Há outra questão, desde criança que sinto coisas antes de elas acontecerem, mas não são visões muito lógicas, são flashes e sentimentos que parecem meus, repentinamente sinto estas coisas pode durar uns segundos, minutos, horas e de repente passam, aconteceu-me principalmente antes/durante do falecimento de entes queridos…
    Também pressinto gravidezes de pessoas próximas, nascimentos… mas nestes casos sinto felicidade e alegria e não aflição como nas outras situações…

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Fique tranquila, entendi sua colocação….
      Saberá isso, quando tiver sobre você mesma uma atenção maior, seus sentimentos, analisar e observar-se, infelizmente com a correria do dia a dia, não fazemos isso e perdemos grandes oportunidades de aprendizado.
      Pare de fazer as coisas no modo mecânico, preste atenção em cada detalhe da sua vida, o momento que está com sua filha, esteja 100% com ela, com sua família 100% de você….conseguirá anotar alguns padrões que são seus e outros que vem de fora.
      E com isso, aprenderá a avaliar-se melhor.
      Muita paz, Luz e vibrações positivas

      Curtir

  4. ceciliaamaral disse:

    Oi Kátia. Meu nome é Cecília, tenho 14 anos e descobri que sou uma empata. Sempre me achei diferente sabe? Sempre senti coisas estranhas que nunca consegui explicar. E agora, sabendo a verdade eu me sinto completamente… perdida.
    Não consigo fica em multidões, ambientes novos, como casas e aposentos que nunca entrei, me causam tonturas e ouço vozes. Ecos de pensamentos. É algo forte, e parece tomar conta de mim. Como lidar com isso? E por quê? Por que eu? Não consigo entender.

    Sou uma empata, sei disso. Mas e agora? Continuar vivendo a vida? Esquecer que tenho esse “dom” ou seja lá o que for?
    Para que ele serve? Por que ele veio para mim?
    Sim. Estou perdida, desesperada ao ponto de não saber o que fazer. E essas perguntas que ficam gravadas em minha mente só tornam tudo ainda pior…
    Obrigada por esse blog maravilhoso, tenho certeza que ele ajuda muitas pessoas.

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Ceciliaamaral, bem vinda ao mundo dos empatas!!!
      Nunca pense porque eu???
      Escolhemos vir assim, ainda é jovem e está no auge das suas energias…
      Eu não sei se tem a possibilidade de fazer algum curso onde possa aprender a lidar com as suas energias.
      Sei que não é fácil lidar com tudo isso porque as pessoas próximas por não sentirem o que sentimos, passamos por malucas…
      Amanhã postarei um vídeo que estou assistindo ainda, está falando do parapsiquismo e no http://www.empatas.com.br encontrará muito material que pode te auxiliar no estudo.
      O foco tem que ser o seu trabalho energético.
      Procure ver os vídeos que estão no http://www.empatas.com.br/orientacoes todos eles, auxiliarão você a compreender porque sentimos tão forte as energias.
      Pensando que não somos somente um corpo físico, mas também um corpo energético e que sentimos as energias através desse campo.
      Na verdade é simples, saia da vitimização e do porque eu???
      Você é especial e tem muito que aprender.
      Espero que todo o conteúdo do site te auxilie e também tenho o canal no YouTube.com/katiadigiaimo

      Muita paz, luz e energias positivas

      Curtir

  5. Carlos Roberto Peixoto Junior disse:

    Olá!!!

    Não sou espírita, mas já faz algum tempo que percebo mudanças muito significativas no meu estado físico e mental, percebo que sempre absorvo as angustias e tristezas alheias , e sem entender entro em um profundo estado de angustia e não consigo explicar o porque disso, sempre senti isso mas nunca foi tão forte como está sendo agora, tem dias que me levanto muito disposto e bem comigo mesmo, mas se me deparo com pessoas deprimidas ou em determinados ambientes, acabo ficando igual ou pior, eu vivo cansado e com sono, não tenho animo para nada, gostaria de ajuda, algo que me faça entender melhor, pois parece que cada dia que passa esta piorando.
    Muito obrigado.

    Curtir

    • Katia Di Giaimo disse:

      Ola Carlos Roberto Peixoto, bem vindo ao blog!
      Não precisa ser espírita para sentir as energias, mas você acredita em vida após a morte ou reencarnação?
      Bem, se sim a energia que sente pode ser tanto do campo físico de pessoas ou ambientes e até mesmo de outros planos ou dimensões.
      Fique a vontade para esmiuçar o blog, postei muitas matérias de outros autores, gravei vídeos falando das minhas experiências, espero que possa aprender um pouco aqui.
      Entre no http://www.empatas.com.br/orientacoes tem vários vídeos importantes ali para aprender como funcionam as nossas energias e também nossos chacras, além de técnicas energéticas que também poderão te auxiliar.
      no Youtube.com/katiadigiaimo encontrará todos os vídeos que gravei desde a minha descoberta como empata.
      Espero que auxilie você.
      Muita paz, luz e vibrações positivas.

      Curtir

    • Katia Di Giaimo disse:

      Laise, não há o que temer acredite.
      Não podemos querer agradar todo mundo, nem jesus conseguiu tal façanha, quem somos nós?
      Não deve fazer as coisas para agradar ninguém, você precisa estar em primeiro lugar, não como forma egoística de ser, mas porque se fizer tudo para agradar os outros, você sairá muito machucada por isso.
      Porque deixará suas necessidades de lado, forçando e perdendo muita energia na tarefa de agradar as pessoas.
      Então cairá na vitimização, fatalmente!
      Você também não é uma aberração, só é mais sensível que as outras pessoas então o primeiro passo aqui é a aceitação de quem você é, como é e porque é assim, e parte desse processo é a compreensão de você mesma, é a busca por conhecimento, estudo.
      Muita paz, luz e vibrações positivas!!!

      Curtir

  6. Henrique Niemietz Patricio disse:

    Oi kátia descobrir a minha mediunidade de empatas agora. Bom fico me perguntando ser eu sou confuso ou as pessoas normais são confusa. Me chamo Henrique Niemietz Patricio tenho 32 anos moro em Guarulhos SP Brasil. Fico bobo com este dom maravilhoso que meu Pai me deu. E agora descobrir a verdade da minhas loucuras, de da minha família pensa que acha que se eu sou louco. Falo sozinho com as espíritos pra mim é tão normal que nem sei quem é quem. Minha mãe fica assustada e meu padrasto também pensa que sou doido até tomo medicamento de cabeça. Porque sou tímido e reservado no meu mundo. Sei que as pessoas sentir dor nelas em homens e mulheres e crianças e animais ambientes e pessoas que mentir pra mim. Sinto ambientes negativo e positivo. Sei que as pessoa morre com tiro, sei quem é usuário ou viciados. Percebi que este dom maravilhoso que meu Pai me deu vem de infância. Tinha umas crianças brincando na ruas no interior de SP. ficava discutindo com elas por brinquedos que era meu mais não elas delas. tinha 7 anos na época. Fica nervoso, depois ela ir embora e nunca mais via. Hoje dia atual em Guarulhos SP tem meu vizinho, um senhor de idade ele é espírito conversava com ele e agora que caiu a ficha minha rs. me ajuda tira duvida pra trabalha mais com este dom. Prefiro fica sós no meu canto da casa e sou de poucos amigos. me afastava de pessoas falsa. Minha vizinha deixa eu doido de dor no corpo.

    Curtir

  7. Sérgio disse:

    Olá, tenho 16 anos e desde pequeno sinto, consigo ouvir e ver coisas que muitas pessoas não conseguem ver. De uns meses pra cá estou começando a pressentir sentimentos e coisas que iram acontecer… Muitas vezes me assusto e não sei como lidar. Minha cabeça está confusa dms e parece q é um labirinto infinitos. Seu site me confortou pois vi que existem outras pessoas q passam por isso

    Curtir

    • Katia Di Giaimo disse:

      Bem vindo Sergio, fico muito feliz em saber que da minha forma estou conseguindo auxiliar na tarefa de esclarecimento espiritual.
      Gratidão por compartilhar também suas experiências, aproveite e estude muito porque esse dom pode aumentar mais e mais, dependendo do direcionamento que você der a ele.
      Abraços
      Muita luz, paz e energias positivas.

      Curtir

  8. Giovanna Regina disse:

    Meu Deus, hoje eu tive uma crise (que não foi a primeira), todos estavam com uma energia muito pesada na minha sala, comecei a sentir essa dor, desconforto e só senti vontade de chorar horrores. Depois de ler sobre empatas me identifiquei 100%
    Queria muito saber como lidar com esses caos de ser um empata, é muito dificil pra mim haha

    Curtido por 1 pessoa

  9. florim marinho da Costa filho disse:

    Boa meu Florim filho todo as esse sintomas eu sinto hoje eu sei que esse.tom de ser um esposa venho quando eu recebei q.notícia que minha filha adquiriu esquerdos múltiplas quando eu pediu a DEUS para passar.sua doença para.mim hoje desenvolvo no espiritismo esse dom carrego os sintomas dele.mais sou.feliz.por.poder aliviado suas crises faz2a nos eu foi para no hospital com parada cardíaca fiquei 5dias fazendo dos os enxame no final não havia enfarte era um estudo de meu mestre ado para dar conciencia políticas ao povo passei o dia todos ouvindo as revolta.no final da.noite és a sendo internado .hoje faço parti de hospital espero tá aqui no Rio onde sinto os.mesmas dores que são aliviado por passes

    Curtido por 1 pessoa

  10. Keyla disse:

    Adorei esse site, me identifiquei com diversos aspectos e com os comentários anteriores.
    Desde criança que também sofro com desmaios e sinto a minha energia sendo sugada.
    Sofro muito com tudo isso, pois sinto muito as pessoas e os sentimentos que elas carregam, por nao conseguir encontrar ajuda e também por medo da incompreensão das pessoas.
    Sinto que aqui encontrarei as respostas que tanto procuro.

    Curtido por 1 pessoa

  11. Renata disse:

    Olá, boa tarde. Me chamo Renata. Bom,.. muito esclarecedor teu blog, tenho 20 anos e só me dei conta de que tinha algo diferente aos 16,17, acho. o bullying* não ajudou na infância, e embora a família diga ser espiritualista, nem sempre se comportam como tal. Em muitos casos ganhei um pedestal da vergonha e fui apedrejada por verbos e adjetivos ruins, que também vieram da família. Teu blog me ajudou muito com informações que a muito procurava. Até tentei achar grupos sobre nós pra procurar ajuda. Obrigada, encontrei muito aqui e vou continuar minha busca, porque agora procuro aprender a praticar o que tenho e me proteger. >.<'

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Renata
      (nome da minha filha)
      Bem vinda ao blog empatas, nem sempre é fácil ser como somos…
      Mas acredite saber “quem” somos já facilita muito nossa vida e a direção que devemos dar a ela.
      Sem tiver interesse curta a fanpage “Pessoas Empatas” e envie uma mensagem pra mim.
      Aqui no http://www.empatas.com.br/orientacoes também encontrará algumas informações sobre o que acontece com nossas energias e também algumas técnicas que utilizo e me fizeram “sentir” de fato esse mundo energético.
      Gratidão pelo seu depoimento e suas palavras ao conteúdo do blog, acredite cada matéria que posto aqui é para tentar ensinar como as energias funcionam em nós empatas.
      Muita paz, luz e vibrações positivas

      Curtir

  12. Kalline disse:

    Pq eu não consigo considerar um dom? Eu me identifiquei e descobri que sou esponja através das consultas psiquiátricas, sobre ser empata descobri na internet. Mas geralmente eu não consigo sentir alegria dos outros, so sinto as coisas ruins e isso me deixa sobrecarrega e cansada, desenvolvi ansiedade generalizada e fobia social, meio que fujo de estar perto das pessoas pq me sinto melhor sozinha, tenho 24 anos e nem um emprego consigo pois a fobia social faz eu ter medo de qualquer pessoa mesmo sem motivo. Tô meio perdida e não é de hoje.

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Kalline, que pena que seja tão dolorido para você, na verdade é para todos nós que sentimos as energias do mundo.
      Acredite que se buscar conhecimento, ampliar sua espiritualidade, fizer práticas energéticas tudo pode mudar pra melhor.
      Assim como aconteceu comigo, através da cura pranica ou pranic healing consegui curar minha enxaqueca da infância.
      Seja bem vinda e espero que o blog te auxilie a entender melhor o que acontece com você.
      🙏🏻Namastê🙏🏻

      Curtir

  13. Jaksanio disse:

    Bem, tenho 42, sempre tive sintomas que não sabia explicar. Eu sempre soube o que as pessoas sentiam mesmo que elas tentassem mentir. Eu evito de ir a casa de pessoas pois absorvo os desequilíbrios delas e lipando-as. O grave é que esses desequulibrios podem se manifestar fisicamente em mim. Sou enfermeiro e agora estudante de medicina o que me provoca grandes problemas. Sinto os sentimentos a minha volta, tanto bons quanto maus. Chego ao ponto de sentir a inveja, raiva ou algo direcionado a mim feito agulhadas na nuca ou como picada de abelhas. Estou tentando obter mais conhecimento sobre o tema para me proteger desses inconvenientes

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Jaksanio, bem vindo…
      Isso é fato em mim também, não só sentir os sentimentos como manifestar algo da pessoa no meu corpo físico.
      Prepare-se, a empatia é um dom lindo mas precisa estar em equilíbrio…
      Se estiver no modo esponja assimilara mais as coisas negativas, ao passo que se ativar seu lado empata, fará grandes curas justamente por saber o que o outro sente.
      Aperfeiçoe seu dom, mantenha suas energias em harmonia e equilíbrio e tudo dará certo.
      No canal no YouTube.com/KatiaDiGiaimo encontrará o vídeo empataaxesponja
      Namastê

      Curtir

  14. Márcia disse:

    Olá Katia,
    Meu nome é Márcia, tenho 33 anos e também estou muito angustiada com tudo que sinto. Sempre fui muito sensível em relação às dores alheias. Há alguns anos atrás comecei a me sentir mal, com um vazio imenso, sentia que faltava algo em minha vida, mas não sabia o que era. Foi nessa época que deixei a igreja católica, pois o que o padre falava não explicava o que eu sentia. Foi aí que comecei a frequentar o centro espírita e muita coisa mudou em minha vida. Comecei a sentir que era aquilo que me preenchia. No entanto, com o passar do tempo, acabei me afastando do centro, por conta do meu trabalho. Nesse tempo sentia muitas coisas ruins, sensações de angústia, dor, sofrimento, tinha insônia, não me alimentava direito, passava mal perto de algumas pessoas, ficava tonta, enjoada e chorava descontroladamente, e o pior, não sabia quais os motivos. Cheguei a entrar em depressão, tomei remédio controlado e fiquei um tempo passando no psicólogo e no psiquiatra. Depois de um tempo voltei a frequentar o centro espírita, comecei a estudar, as coisas melhoraram. No entanto hoje estou voltando a sentir muitos dos sintomas que já citei acima. E pra piorar a situação, comecei a sentir outra coisa. Comecei a pressentir coisas ruins. Uma dor, um desespero, uma angústia, uma tristeza tão grande, que por vezes me impossibilita de fazer minhas atividades diárias, só choro. Toda vez que fico assim, acontece algo ruim com alguém próximo ou que conheço,ou as vezes até com quem não conheço. Mas sempre algo ruim. Fico me sentindo muito mal com isso e não consigo compreender a razão. Esses dois dias mesmo, estava me sentindo assim (e ainda estou, por isso vim tentar encontrar respostas e te achei) e hoje mesmo assassinaram o pai de um aluno meu. Minha cabeça tá fervendo, quero e preciso entender tudo isso. Se puder me ajudar, ficarei muito feliz.

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Marcia, nosso sentir é profundo de fato e só quem é empata pode entender o que falamos aqui.
      Sabe, trazer os fatos que vão acontecer são algumas das nossas capacidades e habilidades.
      Minha dica a você é aprender a lidar com as energias, aprendendo técnicas de defesa energética, faça algo ligado às bioenergias de forma que compreenda tudo que sente e poder criar defesas energéticas.
      Para o meu caso eu não encontrei nem no centro espírita as respostas que precisava.
      Mas isso foi pra mim, pq eu tinha outra coisa para desenvolver que era essa assunto que venho juntando sobre ser empata, compartilhando o que me acontece.
      Descubra sua fonte de energia, por incrível que pareça é possível equilibrar isso, deixando também o modo esponja no modo off e o empata no modo on.
      Entre no http://www.empatas.com.br/orientacoes e encontrará algumas técnicas.
      Qualquer dúvida é só chamar.
      Conheça também o canal no YouTube.com/KatiaDiGiaimo

      Curtir

  15. Patrícia Auxiliadora disse:

    Olá!
    Katia já pensou em ser reikiana? Séria muito bom pra você como empata, eu fiz um mapa astral anos atrás e muita coisa condizia com o que vivi, dizia que sou como esponja da energia das pessoas e que uma forma de melhorar isso seria fazendo reiki. Com o reiki você transmuta as energias e repõe suas energias. Me identifico como empata.

    Patrícia

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Olá Patrícia, obrigada pelo seu recado e preocupação comigo, muito delicada e carinhosa.
      Eu fiz diversos cursos, na área da conscienciologia, mecânica quântica, ressonância harmônica e o pranic healing, este último me encantou porque justamente trabalhamos com as energias limpando e organizando os chacras a níveis até psicológicos.
      Foi com ela que curei minha enxaqueca, desde outubro/17 não tenho mais, antes disso eu tinha de 5 a 7 enxaquecas por mês.
      🙏🏻Namastê🙏🏻
      Bem vinda ❣️❣️❣️

      Curtir

  16. Niraildes fransica da Silva disse:

    Oi Kátia também sou empata e sensitiva já sofrir horrores mais hoje estou mim equilibrando mais,nada pra mim vem com facilidade mais por outro lado esqueço as coisas tristes q acontece e foco no q for bom. Estou sempre aprendendo mais é mais ser grata.já tive desmaios tonturas vômitos e do nada tenho um filho especial mais quando olho ao meu redor vejo como já vencido tantas coisas “sozinha” que seria impossível vencer. Minha vida é um livro mais quero carregar alegria gratidão e positividade comigo. Desistir jamais. Somos luzes difícil DE entender mais somos preciosos.Te enviou muita paz luz e serenidade.

    Curtir

    • Katia Di Giaimo disse:

      Parabéns por sua vitória Niraildes, não é fácil vencer as dificuldades, mas entende-las nos torna capazes de enfrentar a vida seja da forma como for ou como ela se apresenta neste momento.
      Entender nosso dom, aplicá-lo em nossa vida faz um bem enorme e concordo com você, somos preciosos demais para perder energias com coisas que nos afetam, que as tormentas sejam rápidas apenas o tempo necessário para aprender a lição.
      Namastê

      Curtir

  17. Tábata disse:

    Olá Kátia!
    Primeiramente muito obrigada pelo site !
    Existem empatas em níveis menos aguçados?
    Eu tenho alguns sintomas como a conexão com animais, saber o que passa com algumas pessoas, saber respostas para perguntas de que não faço ideia de como sei, as pessoas me procuram muito para contar seus problemas ,sou emotiva, tenho alterações de humor do nada e sinto quando um ambiente está “pesado” Também sinto muito sono e dores no corpo, ultimamente nas costas, me sinto drenada ao lado de algumas pessoas.
    Há uns dois anos atrás passei por uma fase estressante e sentia tonturas , ânsia e fraqueza , fiz alguns exames e estava tudo normal , sentia necessidade de parar com tudo que me estressava e sumir , ficar no meio da natureza sozinha. Entretanto foi uma fase , nessa época estava concluindo a faculdade , me sinto bem melhor agora , ou seja , não sinto mais tonturas e ânsias e não estou estressada. Mas os demais sintomas ainda estão presentes, incluindo as vezes sentir emoções que acredito não serem minhas .
    Será que sou empata?
    Se eu for , o que exatamente fazer com esse dom ?
    Desde já muito obrigada!

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Tabata, pela sua descrição sim, você é empata.
      Existem graus de percepção com relação a toda essa energia que sentimos, porém, pra que serve tudo isso?
      Acho que é neste sentido que você está perguntando.
      Primeiro aprender a filtrar através das pessoas, compreendendo suas dúvidas, dificuldades, tristezas, dores, mágoas…cada um está num degrau da evolução humana, e nós aprendemos também por sentir o outro.
      A partir desse sentir vem a assistência ao outro, por nos condoermos com o que as pessoas estão passando sentimos a necessidade de auxiliar e acredite ajudar o outro é melhor do que precisar de ajuda.
      Então nascemos com esse dom e quanto mais aprendermos a lidar com as energias, alguns de nós possuem um dom de curar, então a missão é ajudar quem está perdido no caminho da vida e auxiliar com todo amor no coração.
      Paz, luz e muita energia positiva pra você 🙏🏻🙏🏻🙏🏻

      Curtido por 1 pessoa

  18. Tábata disse:

    Olá Kátia
    Muito obrigada pelo site !
    Existem pessoas empatas com uma sensibilidade menor?
    Eu sinto que tenho uma conexão diferente com animais e crianças , sou emotiva , sei o que se passa com algumas pessoas, tenho alterações de humor do nada, sinto muito sono e cansaço , dores no corpo, (principalmente nas costas) e as vezes sei respostas para perguntas que não faço ideia de como sei , também sinto quando um ambiente está “pesado ” e as vezes me sinto sugada quando estou próxima a algumas pessoas, já senti também sensações que acredito que não eram minhas.
    Há uns dois anos atrás, estava concluindo a faculdade e estava estressada , sentia vontade de largar tudo e ficar sozinha na natureza. Cheguei a ter ânsias e tonturas, parecia uma sensação de pressão baixa , cheguei a ir ao médico , e estava tudo normal . Após esse período estressante me sinto melhor a ânsia a tontura o estresse e a vontade de sumir se foram , mas ainda tenho os demais sintomas.
    Será que sou empata?
    Se for como usar esse dom para ajudar o próximo sem me prejudicar?
    Muito obrigada !

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Tabata, pela sua descrição sim, você é empata.
Existem graus de percepção com relação a toda essa energia que sentimos, porém, pra que serve tudo isso?
Acho que é neste sentido que você está perguntando.
Primeiro aprender a filtrar através das pessoas, compreendendo suas dúvidas, dificuldades, tristezas, dores, mágoas…cada um está num degrau da evolução humana, e nós aprendemos também por sentir o outro.
A partir desse sentir vem a assistência ao outro, por nos condoermos com o que as pessoas estão passando sentimos a necessidade de auxiliar e acredite ajudar o outro é melhor do que precisar de ajuda.
Então nascemos com esse dom e quanto mais aprendermos a lidar com as energias, alguns de nós possuem um dom de curar, então a missão é ajudar quem está perdido no caminho da vida e auxiliar com todo amor no coração.
Paz, luz e muita energia positiva pra você 🙏🏻🙏🏻🙏🏻

      Curtido por 1 pessoa

  19. Pâmela Santos disse:

    Boa tarde Katia meu nome é Pâmela tenho 26 anos e estou apavorada, não quero ser empata se tudo o que sinto é por causa da empatia, pergunto se existe um meio de bloquear isso, faço tratamento de depressão a quase 10 anos, tomo medicamentos controlados faço terapia e nada funciona sinto uma tristeza terrível que me consome já tentei suicídio, sinto a energia das pessoas o tempo todo e quando elas colocam a mão em mim, sinto que absorvo tudo de ruim que a nelas, muitas vezes passo por nojenta por pedir que os outros não me toque. Não sei o que fazer como lidar, bloquear. Por isso te peço ajuda!

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Pamela,
      A dica que dou a você é estudar, autoconhecimento para compreender o que acontece com você…
      Não lute contra, busque soluções para isso…mas ponha toda a sua vontade em entender o porquê.
      Uma forma de melhorar é com técnica energética, a mobilização básica das energias encontrará no http://www.empatas.com.br/orientacoes
      Além dos vários posts que fiz, procurei concentrar tudo no blog.
      Espero que ajude você.
      Muita paz, luz e vibrações positivas

      Curtir

  20. Rondineli Souza de Jesus disse:

    Olá Katia, tudo bem? Bom, primeiramente quero deixar aqui minha gratidão pelo site. Tenho 20 anos e ultimamente o universo está me trazendo a situações mais inesperadas e sincrônicas que já vi, e que estão me ajudando nesse processo de autoconhecimento. Desde pequeno fui uma criança diferente dos outros, e com isso, sofria muito bullying, o que me arrasava e criou muitos contratos de vingança e crenças limitantes dentro de mim. Semana passada recebi uma orientação de pesquisar sobre empatas, vi uma publicação em um site sobre, no qual havia 30 características de pessoas médiuns, e o mais impressionante é que eu tenho todas as 30… Aquilo fez total sentido pra mim, e quando entrei no seu site, vi muitos conteúdos que já via, Arly, Gisela, Louise.. e tudo isso,me deu mais forca pra entender essa questão. Estou me sentindo amparado, não me sinto tão estranho quanto antes… Obrigado mais uma vez!

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Que bom que está encontrando respostas aqui e o http://www.empatas.com.br está te auxiliando.
      Faço isso com muito amor e quando estamos abertos para entender a vida começa acontecer de forma sincrónica.
      Fique a vontade para olhar tudo, assistir os vídeos tem um que gravei empata x esponja.
      Encontrará no canal no youtube.com/KatiaDiGiaimo
      Gratidão a você por estar aqui e eu podendo auxiliar.
      Muita paz, luz e vibrações positivas

      Curtir

  21. GIULIA ALICE FRUTUOSO disse:

    Olá Katia, tudo bem?
    Cheguei ao seu blog porque fiz um teste psicológico e como resultado, deu que eu tinha um alto nível de empatia. Lendo os relatos e todas as principais características de um empata, comecei a chorar desesperadamente, pois parece que finalmente, após tantos anos na incerteza, achei a explicação para muita coisa que ocorre comigo, diferentemente de tantos diagnósticos médicos.
    Tenho 26 anos, sou diagnosticada com fibromialgia, tomo remédio para depressão, remédio para dormir, há mais de 10 anos luto contra dores em todo o corpo.
    Estar em locais públicos é demasiadamente esmagador pra mim e sempre sei quando as pessoas não estão sendo honestas. Meu diálogo é sempre de compaixão com os outros. Também sou vegana e luto também por causas animais e sempre encontro meu equilíbrio quando entro em contato com a natureza, precisando constantemente estar perto dela e também da água. Sinto fadiga constantemente e necessidade de estar sozinha! Também me sinto entediada muito facilmente em rotinas, me falta estímulo para tudo.
    Não tenho visões, mas tenho muitos pesadelos e sempre sinto a energia de algum lugar!
    Sou extremamente temperamental e mudo constantemente, sendo colocada abaixo muito facilmente e quase sempre sem uma explicação aparente.
    Eu preciso muito saber sobre mais coisas a respeito do assunto, mais especificamente, preciso saber como me proteger disso, pois sinto que estou empacada na minha vida…
    Por favor!! ou se você tiver um e-mail para podermos conversar melhor.
    Estou sabendo sobre o assunto hoje, pois até então nunca havia escutado falar nisso e estou muito desamparada.

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Olá Giulia!
      Primeiro bem vinda ao meu cantinho amoroso….rs…cantinho do afeto
      É assim mesmo que funciona quando descobrimos que somos empatas, parece que cai uma ficha e encontramos as respostas que há tanto tempo procurávamos….
      A fibromialgia, penso que seja acúmulo de energia….eu tenho investigado e penso que todo empata, seja também um ectoplasta…..temos uma energia abundante, que também é utilizada para cura…
      Se você puder doar, em casas espiritas, sendo voluntária….a própria ectolab.org tem um espaço para você fazer doação de energia sem sair de casa….
      É uma forma de você fazer uma troca energética….e se livrar das dores…
      Meu conselho a você é esse, procure ler os posts do meu blog, a maioria das matérias foram selecionadas por mim mesma, com a intenção de esclarecer tudo que diz respeito as energias, ectoplasmia, empatia, minhas experiências, enfim, encontrará muitas respostas aqui.
      Estou programando minha agenda para fazer atendimentos com a cura prânica….

      Giulia, retirei seu telefone para que não fique exposto no blog, desta forma você está protegida também.
      Gratidão por estar aqui e em breve farei uma live sobre mais assuntos como fibromialgia, energias, insatisfação….

      Curtir

    • Neto disse:

      Olá, Cara, Amiga,
      oque amenizou, este fenômeno em mim, e que inerente a nós, temos criar estrategias e certos cuidados, nesta existência, aconselho a se vincular a uma religião espiritual, de sua preferência, pratique doação de energias, vejo, que as energias estão acumuladas em suas juntas, lhe pedindo para trabalhar, (ferramenta parada enferruja) não se preocupe, se necessário procure alguém, que aplique Reike, vá ao medico e continue com seu tratamento, da depressão, que outra características nossa, mas vivemos bem, e muito obrigado, entende,
      abraços

      Neto

      Curtido por 1 pessoa

  22. paulo disse:

    ola boa noite meu nome e paulo e hoje tenho 39 anos e so agora resolvi dedicar pois luto contra estas emoções desde os meus 7 anos.
    ja pesquisei e tenho todas as reações de um empata lutei estes 32 anos procurei em todas as religioes catolica, evangelica fiquei algum periodo mas coisas que via e sentia me achavam contrario a eticas do meio.
    sinto a energia de todos seja boa ou ruim, absorvo na maioria das vezes, tenho relacionamentos constantes e todas elas dizeram ja o que sente e o que ve algo em mim atraindo estas pessoas e transmitindo sensacao boa e bem estar.
    tenho necessidade extrema de isolar, nao gosto de locais publicos a sensação e que todo estao falando comigo ao mesmo tempo, e vejo os desejos, fantazias, e seus ultimos atos mais macabros mesmo pessoas acima de qualquer suspeitas.
    alguem pode me ajudar a como tornar isso para o bem?

    Curtido por 1 pessoa

  23. Bruna disse:

    Ola Kátia, boa noite tudo bem?
    Vou fazer um resumo… Sempre tive algumas revelações através de sonhos, alguns sonhos “acontecem” rs na verdade nao sei lidar é quando vejo já aconteceu rs… as vezes tenho umas previsões básicas q sem eu acreditar realmente acontece não sei como rs. Só que de 15 dias pra cá estou passando muito mau… coração palpitando, vontade de chorar, tontura, muito enjoo e muito mau estar…. procurei um local “mesa branca” onde me disseram que eu sou médio, que não sei ainda lidar é que isso q estou sentindo são energias q peguei de alguém… foi mais ou menos isso q entendi rs porém esse local fecha por causa das festas de final de ano e eu estou perdida rs… já marquei médicos para fazer exames de rotinas mas sinto q não é isso rs… nunca fui de frequentar nada porém tenho muita fé em Deus…. tenho 27 anos…. gostaria de uma dica!!! Por favor… rs e assim q voltar esse local eu irei me aprofundar para ter uma direção… mas estou perdida por enquanto… sinto muito incômodo com todos esses sintomas…… espero um retorno!! Obrigada…… boas festas grande beijo!!

    Curtido por 1 pessoa

  24. Edileuza Pereira Lima disse:

    Boa tarde!! Me chamo Edileuza tenho 45 anos, ano passado descobrir que sou Empata, como não estou sabendo lidar comecei a fazer busca pela internet e encontrei sua pagina . Seus artigos são maravilhosos. Mas meu sofrimento ainda é grande . O que mais me judia é o carregar o sofrimento dos outros pra mim.As energias negativas me consome.Faço muitas perguntas o porque disso o porque daquilo. O que queria mesmo era saber trabalhar isso . Meu desejo é saber trabalhar a empatia, nossa minha vida é um turbilhão. Meu desejo para 2019 é trabalhar e parender lidar. Beijos de Luz

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Edileuza, bem vinda!
      Realmente não é fácil, mas precisa ter foco na questão energética, trabalhar as energias é um início neste processo…
      O restante é tentar auxiliar as pessoas sem deixar o emocional ficar atrelado, compreendendo que pode ir até um ponto e saber que cada um está passando pelo seu pedaço…
      Conversando com uma médica que dá plantão junto à pacientes terminais ela me disse certa vez:
      – a empatia não é você pegar o fardo ou a mochila do outro e colocar em você, mas dividir o peso, auxiliando, mas fazendo com que ele saiba carregar a própria mochila distribuindo seu peso da melhor maneira…
      Os empatas podem fazer isso, olhar e entender que a pessoas precisam passar por aquilo e não existe nada que possa fazer para tirar esse fardo delas, às vezes ouvir já auxilia nesta divisão de peso, uma palavra também pode ter um grande auxilio…
      Saber dosar o que vamos fazer em cada situação…sentindo cada um…
      Mas assim que terminar o auxílio, saber voltar pra casa e não levar o fardo do outro junto com você….
      Muita paz, luz e vibrações positivas
      🙏🏻🙏🏻🙏🏻

      Curtir

  25. Sam disse:

    Olá Katia, obrigada pelas publicações e pelos vídeos. Me sinto grata por não me sentir a única com essas características.
    Tenho sofrido muito com energias, quando minha energia começa a entrar numa frequência não tão positiva eu absorvo muitas energias negativas, às vezes pessoas que me são próximas estão sofrendo e depois q eu tenho contato com elas me sinto mal, meu peito dói é uma dor emocional horrível, muitas vezes me sinto como se houvesse renascido das cinzas. Sofro muito com fraquezas e enjoos, vômitos, exaustão. E agora pra ajudar desconfio q eu esteja lidando com um narcisista pelo qual me apaixonei, sofro muito pelas coisas q ele faz há quase um ano, nós temos uma conexão q é muito forte sinto um carinho muito grande por ele, mas é uma conexão q só existe pra me sugar. Eu n consigo compreender como alguém pode não se importar com os sentimentos de outros. Sei que sou forte para lidar com essas dores, mas absorver energias ruins mas n estou conseguindo me protejer, tenho medo de perder a minha essência alegre

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      SAM, bem vinda ao mundo empata de ser!
      É muito difícil, ser do jeito que somos…
      Sentir as energias, sentir as pessoas, saber até certo ponto com quem estamos lidando e em muitos casos, não sabemos como lidar…
      Queremos auxiliar, mas nem sempre conseguimos…
      Salve-se do narcisista, eles roubam não apenas a nossa energia, roubam também a nossa alegria de viver…
      Fuja se puder, porque quanto a teia é lançada para nós, a tristeza é enorme e o estrago é bem grande.
      Espero que encontre aqui e nos vídeos do YouTube explicações que te auxiliem.
      Seja bem vinda!

      Curtir

  26. Kathy disse:

    Gostei da sua história. Gostaria de relatar como me sinto e talvez obter alguma ajuda. Não sei se sou empata, mas me familiarizei com algumas coisas que você citou.
    Tenho 25 anos e ultimamente sinto-me esgotada ao extremo. Evito sair de casa, não gosto de sair, lugares tumultuados são um martírio. Não sei porque, quando estou em um lugar mto cheio, vou ficando triste, triste, cansada… Mesmo se for uma festa alegre. Me apetece estar com os mais próximos da família, mas no geral, uma simples volta na rua me esgota e eu volto pra casa como se tivesse levado uma surra. O corpo dói, a mente cansa, sinto muito sono. Algumas vezes sinto tontura, dor de cabeça e náuseas. A audição também tem me incomodado um bucado. Ouço muitos zumbidos, barulhos estranhos na cabeça. Já fui ao médico por tudo isso e, além de uma gastrite, nada mais foi detectado.
    Também sou bastante intuitiva. Às vezes penso que algo vai acontecer e realmente acontece. No geral são coisas bobas. Algumas vezes também sonho. O último episódio foi um sonho sobre um tio de minha prima que morreu. Eu não sonhei que ele ia morrer, mas na noite anterior, sonhei que minha prima e mais duas parentes vieram me visitar e estavam chorando, diziam que alguém havia morrido. Eu tentava consolá-las, as abracei forte e disse palavras de conforto. Acordei bem atordoada com esse sonho. Na mesma manhã esse tio da minha prima me ligou para marcar uma consulta, pois sou secretária em um consultório médico. Pelo início da tarde, soube que ele havia desencarnado em um acidente de trânsito. Imediato me lembrei do sonho. Não é a primeira vez que sonho coisas do tipo, mas não costumo dar mta atenção.
    Minha mãe tbm tinha sonhos e ela previu a morte das irmãs, a morte de muitas pessoas próximas. Mas ela era atormentada com isso e queria mto que isso cessasse. Os sonhos foram embora e nunca mais voltaram.

    Outra coisa que me ocorre com frequência são as doenças. Chego perto de alguém doente e logo adoeço também. É como se meu sistema imunológico não funcionasse corretamente.
    Nas últimas semanas tenho me sentido muito pra baixo. Muita dor no corpo, fraqueza, cansaço. Não me apetece sair para nada. As mais simples tarefas me deixam exausta. Sei que devo procurar um médico mas tenho algo cá comigo que me diz que não é físico.
    O que achas?

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Kathy querida, o que descreveu acima tem muitas características de uma pessoa empata, no modo esponja…
      Quando não sabemos o que se passa neste mundo “energético” o que acontece é uma drenagem energética, por isso chega cansada em casa…
      Se quiser faça todos os exames para tirar da cabeça que o que sente é físico, sempre é bom e eu sempre recomendo para evitar erros e sair apontando que tudo é espiritual.
      Na verdade o empata absorve muita energia do campo físico e também do espiritual….quando você não percebe que é uma questão energética você absorve e cai de cama..
      É triste isso, mas muito real…tudo que procurei trazer e continuo trazendo é para tentar alertar que nós empatas precisamos nos cuidar sim, é muito importante porque o que é normal para uma pessoa que não sente nada, para nós acaba sendo um fardo…
      Só que nosso campo energético é muito amplo, mal sabem as pessoas próximas a nós que estamos sobrecarregadas por eles também, se não sentem nada é porque você está absorvendo tudo.
      Tente se cuidar, meditando, entre em cursos que te auxiliem com a prática energética e faça disso uma tarefa diária…
      Sem quiser sobreviver neste mundo empata, é urgente que faça algo por você mesma.
      Muita paz, luz e vibrações positivas

      Curtir

      • Kathy disse:

        Kátia muito obrigada por responder. Eu farei o que me disse. Sinto-me cada dia mais incapacitada. Outro dia me aconteceu algo interessante. Uma amiga minha estava muito gripada e fomos assistir um curso na casa dela. Quando cheguei ela estava péssima, com febre, coriza, dores pelo corpo. O curso teve duração de 3 horas e eu estive o tempo todo sentada ao lado dela. Fui observando que, conforme o tempo ia passando, ela ia sentindo-se melhor e eu estava piorando. De repente senti minha garganta começar a doer, calafrios, dor de cabeça, aquele típico cansaço… Fiquei com a pulga atrás da orelha. Perguntei a ela no fim do curso se ela estava se sentindo melhor pois ela já não estava mais com coriza e nem com o rosto tão pálido. Ela me disse que se sentia melhor e aquilo meio que foi a confirmação para mim de que algo estava acontecendo. É claro que ela não ficou curada da gripe, mas ela teve uma melhora momentânea enquanto estávamos juntas e eu piorei como se tivesse adoecido de repente.
        O que vc acha? Já te aconteceu algo assim?
        Você consegue perceber os sentimentos das pessoas? Tenho notado que, diversas vezes, olho para alguém e consigo saber como ela está se sentindo. Isso tem me incomodado bastante.
        Eu não sou espírita, mas participo desde pequena de uma Religião Espiritualista, que, inclusive, estuda também os conceitos de Allan Kardec. A diferença é que não focamos nos trabalhos mediúnicos como os centros espíritas fazem. Portanto, acredito totalmente e tenho certa noção do que está acontecendo. Mas eu não consigo bloquear essas energias que parecem vir de todos os lados.

        Curtido por 1 pessoa

      • Katia Di Giaimo disse:

        Infelizmente quando não estamos conscientes, somos a esponja sugando tudo que está a volta.
        Certa vez abracei uma moça que estava fazendo um tratamento de quimioterapia, era muito grave, quase terminal…eu lembro que sai daquele abraço com cólicas instantaneamente…
        Quase não consegui chegar em casa, uma baita diarreia…absorvemos sim energias das pessoas, tanto é que você comprovou com a sua amiga a melhora dela.
        Pense em lidar com tratamentos de cura..
        Isso pode auxiliar esses sintomas…
        E perceber-se nos ambientes e com pessoas, esteja sempre alerta.
        🙏🏻 Namastê 🙏🏻

        Curtir

  27. Beatriz Vazquez Micheletto disse:

    Olá Kátia! Primeiramente gratidão! Sou uma empata desde de pequena, seu site me trouxe um conforto, pois vejo que assim como eu, existem várias pessoas que sentem, sofrem, se angustiam por serem empatas, então não me sinto só. Minha vida inteira sempre me achei estranha, uma pessoa diferente que nunca se encaixava/se encaixa em algum grupo, a sensação de não pertencer aqui é muito grande, por isso, talvez as estrelas/o universo me fascinam muito, há algo lá que me chama atenção e isso é incompreensível para mim às vezes. Minha mediunidade já se aflorou diversas vezes, Tudo é motivo para me sentir mal, tonturas, sensação de peso e dores na costas, sensação de querer somente ficar deitado….Hoje estou na busca do autoconhecimento, faço meditação, faço aplico reike e florais, terapia trans pessoal, cuido da minha alimentação, desenvolvimento e coaching mas confesso que ainda me sinto perdida
    Obrigada por compartilhar essas informações.
    Vou te seguir sempre.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

    • Katia Di Giaimo disse:

      Linda Beatriz, fico Feliz por auxiliar no seu autoconhecimento, compartilho tudo que posso neste aprendizado…
      É sempre uma alegria ter vocês por perto…
      Nesta energia linda que todo empata possui.
      Gratidão por todo seu carinho.
      Muita paz, luz e vibrações positivas
      🙏🏻🙏🏻🙏🏻

      Curtir

Deixe uma resposta para ceciliaamaral Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.