As percepções energéticas ou sinaléticas espirituais que precisamos ter – Katia Di Giaimo

Eu terminaria hoje a seleção de vídeos que separei com a intenção de auxiliar quem é médium ou parapsíquico, empatas, esponjas e pessoas altamente sensíveis e então me deparei com o vídeo da Malu Balona falando exatamente dos temas que venho trazendo, sincronicidades???

Elas existem acreditem!

Então encaixei nesta semana de aprendizados mais esta rica explicação sobre as nossas percepções e sinaléticas que vamos sentindo em nosso campo físico e espiritual.

Para os preguiçosos de plantão….rs…eu sei que tem muitos, porque pensam puxa, quase duas horas de vídeo não dá, eu digo dá sim, coloque no modo de velocidade mais rápido e assista em 1.25 ou 1.50, desta forma um vídeo de 2 horas você consegue assistir em bem menos tempo.

Malu explica de forma muito clara sobre as assimilações que fazemos e quem nem sempre estamos lúcidos para mapear as sinaléticas, como ela relata tão bem no vídeo.

Aliás, ela comenta algo que ocorreu e eu mesma não tive o discernimento de entender na época que o que estava acontecendo comigo era energético, então relato abaixo:

Retornando de Caraguatatuba, meu pai ainda era vivo mas estava enfrentando a doença que o levaria a morte física, eu vim dirigindo e comecei a ter um mal estar muito grande, aliviada por ter chegado em casa sã e salva, fui direto para a cama (coisa que nunca devemos fazer, sem antes passar por um chuveiro, pois ele ajuda na limpeza energética), deitei e tudo pareceu ficar muito pior.

Comecei a sentir uma falta de ar muito grande, meu peito doía e parecia que a coisa estava cada vez mais apertando, eu tive todos os sinais físicos de quem estava infartando, fui para o hospital e adivinhem?

Resultado dos exames: tudo absolutamente normal

Hoje compreendo que tudo que passei aquele dia, foi de uma consciência extra física, ou espírito ou como queiram chamar, alguém de outra dimensão que se aproximou da minha aura, ou psicosfera energética com todos aqueles sintomas e eu como empata, absorvi mas não consegui identificar o que estava acontecendo porque os sinais todos eram físicos e muito reais e na grande maioria das vezes elas realmente são bem doloridas e muito “palpáveis” parecendo serem dores minhas.

Atualmente, com todo o estudo que venho fazendo, consigo olhar para trás e identificar que o que aconteceu foi simples, acoplamento aurico ou assimilação energética de uma pessoa que faleceu com aqueles sintomas e que simplesmente estava pedindo minha ajuda.

E eu, na minha ignorância espiritual não soube identificar, infelizmente.

Hoje sei como agiria, já que o estudo que tenho feito tem me trazido muita consciência do nosso papel aqui na terra como seres encarnados que somos.

Como a Malu Balona explica, basta você identificar o que é e de onde vem, os sintomas vão diminuindo, mas para chegar nestas conclusões precisamos ralar muito a cara no chão, sentir muitas “dores” físicas e emocionais para compreender o que é nosso e o que vem de fora.

É estar atento, é estar vigilante para compreender nosso papel de pessoas que auxiliam outras nas suas dores, seres empáticos e amorosos quando precisamos ser e rigorosos também quando for necessário.

Espero que esse vídeo auxiliem vocês nesta compreensão de que precisamos crescer espiritualmente e não ficar como bebês que ficam chorando a cada tempo pedindo que as pessoas resolvam por nós, que precisamos tomar as rédeas de nossas vidas e seguir adiante de forma mais leve e inteligente.

Fonte: Tertuliarium

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s