Lugar de menor resistência no organismo do Sensitivo/Parapsiquico – Malu Balona

Assisti o vídeo da Malu Balona para compreender a complexidade de tudo que ela expõe nele.

Foi um aprendizado valiosíssimo e como sempre divido com vocês.

Toda pessoa que tem um grau de parapsiquismo, ou é sensitivo está predisposto a sofrer algumas ações em seu campo mental, espiritual e principalmente no corpo físico.

Precisamos estar atentos onde é o nosso lugar de menor resistência e aprender a ter e manter certo equilíbrio energético, como conto em alguns vídeos no canal no youtube.com/katiadigiaimo o meu “LOCUS MINORIS RESISTENTIAE” é na cabeça e no fígado, por isso os vômitos, desmaios e enxaquecas. (Que já consegui combater!!!)

Se eu chegar em um ambiente que está “contaminado”, fizer uma refeição que não é o meu habitual, tomar um remédio diferente,  se juntar a impregnação dessas energias tóxicas, fatalmente acabarei sendo atingida justamente neste ponto de menor resistência.

Consegui compreender muitas coisas que me aconteceram ao longo da vida, através desta rica explanação que a querida Malu Balona traz por meio deste vídeo, ela dá dicas valiosas de como se defender, através de cuidados, de auto observação.

As idas e vindas em médicos sem encontrar respostas para as causas de tudo que passei, a falta de diagnósticos e as indagações de que eu estava querendo chamar a atenção, isso tudo me confundia muito e acabava pensando, será que isso tudo que estou sentindo é psicológico???

Entender o que se passa com uma pessoa sensitiva para quem não sente absolutamente nada é julgar, é olhar o outro como alguém frágil.

Suportamos cargas tóxicas violentas, mas o efeito kriptonita, é quando somos contaminados por determinadas coisas que acabam nos enfraquecendo e atingindo nosso ponto de menor resistência.

Na história em quadrinhos, Kriptonita é um mineral que tem o efeito principal de enfraquecer o Superman, que tem superpoderes, mas quando entra no raio de ação da Kriptonita, ele simplesmente perde todas as forças.

REPITO A VOCÊS, NÃO SOMOS CRIATURAS FRÁGEIS, SOMOS FORTES E RESISTENTES.

Só precisamos entender o que acontece de fato, sem falsos diagnósticos médicos.

Como parapsíquicos, sensitivos, esponjas ou empatas, devemos estar alertas nos dois lados físico e espiritual, um olho no peixe e outro no gato….rs….ter essa percepção dos dois mundos, justamente para manter nossas energias  com certa estabilidade.

É estarmos alertas mesmo, para que possamos fazer a devida “higienização” do nosso corpo físico, espiritual e mental até que possamos atingir certa consciência do que ocorre além do que enxergamos fisicamente.

Ao entrar em ambientes, somos como “anzóis e iscas” conscienciais para auxiliar o trabalho dos amparadores, somos como radares e a nossa condição parapsiquica/sensitiva faz assimilações energéticas onde muitas vezes podemos acabar nos contaminando.

Se tem um vídeo que devem assistir, é esse!!!

Meu carinho a todos vocês e fica minha dica de estudo para o final de semana:

Malu Balona, com a tertúlia conscienciológica 4398 – Locus Minoris Resistentiae.

Fonte: Tertuliarium

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s