Mensagem para os filhos – Katia Di Giaimo

Pensei em qual mensagem traria para as mamães no dia de hoje, acabei optando por trazer uma mensagem aos filhos, meu olhar e minhas palavras são para aqueles que não tem mais as suas mãezinhas para abraçá-las fisicamente, ou se tem, que aproveitem cada momento ao seu lado.

Eu ainda tenho minha mãe e aproveito cada minuto ao lado dela…

Ninguém sabe quanto tempo ainda permaneceremos ao lado delas…

Procuro fazer HOJE tudo que posso por ela, para não lamentar depois a sua ausência, encho-a de carinho e amor agora……

Portanto meus queridos amigos, fiquem ao lado de suas mães, quem ainda as tem, encham a casa dela de alegria, reúnam-se, levem seus filhos (se tiverem), não há nada pior do que a solidão preenchendo as horas de uma pessoa idosa e solitária.

Lembrem-se do quanto são importantes em nossas vidas, o quanto sempre fizeram para a formação do nosso caráter, agora é hora de retribuirmos e estar sempre presentes para elas.

Sentar ao lado silenciosamente, dar as mãos….mostrar que você está ali….apoiando sua velhice e suas dificuldades.

Compreender seu olhar entristecido da ausência de si mesma, ou na busca de um passado que ficou muito distante, apoiá-la naquilo que estiver ao seu alcance como filho/a fazer.

Se puder dar amor, deixar um pouco de lado “seus compromissos” inadiáveis, sejam eles quais forem, ou então incorporá-la no seu dia a dia, fazendo a vida ser mais leve pra ela.

Quando os pais partem, um elo da corrente se parte….a união familiar se quebra, deixando um enorme vazio, fica faltando esse laço forte que une irmãos, primos, sobrinhos, tios e tias….

Compartilho a mensagem com vocês para que possam entender o quanto elas estão presentes em nossas vidas, mesmo em outra dimensão, não apenas as mães, mas todos aqueles que partiram antes de nós.

Que esta linda mensagem possa agasalhar o coração de quem sofre e chora a perda das pessoas tão queridas e amadas e não imaginam o quanto elas estão próximas a nós.

E para aqueles que tem mãezinhas que já partiram do plano físico, não esqueçam de parar um momento, elevar o pensamento ao alto e abraçá-la, fazendo uma oração simples de gratidão pela vida.

A morte não é nada

A morte não é o final.
Eu somente passei para a sala seguinte. Nada aconteceu. Tudo permanece exatamente como sempre foi.
Eu sou eu, você é você, e a antiga vida que vivemos tão maravilhosamente juntos, permanece intocada, imutável.
O que quer que tenhamos sido um para o outro, ainda somos.
Chame-me pelo antigo apelido familiar. Fale de mim da maneira como sempre fez. Não mude o tom. Não use nenhum ar solene ou de dor.
Ria como sempre o fizemos juntos. Brinque, sorria, pense em mim, reze por mim.
Deixe que meu nome seja uma palavra comum em casa, como sempre foi. Faça com que seja falado sem esforço, sem sombra.
A vida continua a ter o significado que sempre teve.
Existe uma continuidade absoluta e inquebrável. A ligação não foi interrompida.
O que é a morte?
Por que ficarei fora dos seus pensamentos apenas porque estou fora do alcance da sua visão?
Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do caminho.
Estou simplesmente à sua espera, como num intervalo bem próximo, na outra esquina.
Você que aí ficou, siga em frente. A vida continua bela, como sempre foi.
Tudo está bem.


A morte é somente a cessação da vida orgânica. É apenas o fim do corpo físico e de mais uma etapa da programação Divina.
A essência humana sobrevive para além da vida física, pois o Espírito não tem fim. Somos imortais.
A morte vem apenas nos dizer que chegou o momento da alma retornar à vida plena e verdadeira.
Mostra-nos que o Espírito se despediu do corpo que o abrigou durante a jornada terrestre para se elevar a outras dimensões e continuar sua trajetória evolutiva.
A afeição real, de alma a alma, é durável, e também sobrevive à destruição do corpo. Apenas as afeições de natureza carnal se extinguem com a causa que lhes deu origem.
O amor que nutrimos uns pelos outros continuará existindo na Espiritualidade.
Ao desencarnarmos, seremos recebidos do outro lado da vida por aqueles a quem estamos ligados por laços de afeto e que desencarnaram antes de nós.
Será o momento de rever seres amados que nos aguardam.
O reencontro na Espiritualidade ou em vidas futuras, através de uma nova encarnação, haverá de acontecer.
E todas as vezes que a saudade daquele que partiu parecer maior do que nossas forças possam suportar, busquemos o lenitivo da oração.
Nossas preces alcançam os seres amados onde quer que estejam, levando até eles nossas melhores vibrações.
E, para que possamos sentir as vibrações enviadas pelo pensamento dos amores que hoje vivem em outras dimensões, aquietemos nossas mentes e corações. Com certeza, experimentaremos algum conforto.
A prece é mecanismo abençoado que nos aproxima de Deus e dos afetos que estão distantes.

Fonte: Mensagem Espírita

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.