Algumas Explicações – Porque Ectoplasmia??? – Por Katia Di Giaimo

Algumas explicações do porquê tenho estudado o assunto Ectoplasmia???

De uns meses para cá, tenho percebido e feito algumas associações de coisas “diferentes” que andam acontecendo comigo, alguns fatos e alguns efeitos físicos espirituais, tentei relacioná-los abaixo de forma a organizar e ajuda-los a entender o porque meu foco está voltado para este tema.

Aqui não me atento somente aos fenômenos, mas por ter a percepção mais ampla de que algo diferente a minha volta acontece, se foram causados por mim ou por uma consciência extra física, ainda não tenho fundamentos para explicar, sou aprendiz tanto quanto você que está lendo este texto.

Mas sair da ignorância (minha) e o aprofundamento de estudos e cursos que tenho feito na área da conscienciologia, tem me trazido inúmeras respostas.

Não relato aqui para “causar” medos ou pânico em ninguém, mas talvez isso também esteja ocorrendo com quem está lendo e apenas ainda não teve a PERCEPÇÃO de si mesmo. Até porque o medo não ajuda em nada, pelo contrário, afasta do caminho do entendimento em si.

Minha intenção aqui, é contar a minha história e alguns relatos e quem sabe você possa entender o que ocorre comigo e talvez consiga perceber-se mais e melhor.

Até porque tudo tem me levado a crer que o Empata, Sensitivo ou Médium Esponja é um Ectoplasta, nem todo mundo é igual, há “casos” e “casos”, mas acho que vale a pena voltar nossa atenção e esse entendimento, para a Ectoplasmia. Até porque, se este não é o seu caso pode descartar esta possibilidade e vamos catalogando aqui novas situações que ocorrem.

Só para entenderem abaixo alguns relatos de fenômenos que chamaram minha atenção:

  • Por volta de Outubro ou Novembro/2015
    Conversando com minha professora de Pilates, falando de assuntos espirituais, pareceu ter sido lançado da prateleira uma peça circular, ela foi até lá e colocou de volta à prateleira e voltamos a nossa conversa, mas novamente o circulo foi ao chão, como se tivesse sido jogado.
  • Na noite do Natal de 2015, coloquei minhas mãos em um quadro “o auto retrato” do meu pai, pedi a ele “mentalmente” que se estivesse me ouvindo, desse um sinal de vida, não para mim, mas para minha mãe e familiares.
    Quatro dias depois (tenho isso filmado), o quadro dele levantando e indo ao chão. Detalhe, o prego não quebrou, o quadro também não quebrou, a janela e porta estavam fechados, não houve ruptura de nada, apenas o quadro pareceu ser retirado da parede e ser jogado ao chão.
  • Outro fato que ocorreu, um grupo de pessoas, foi ao encontro de uma moça que há 12 anos lutava contra um câncer (ela já dessomou/desencarnou), ficamos juntos, na época ela estava sentindo uma pequena melhora e pôde sair de casa para felicidade de todos os amigos.
    Ao ir embora, dei-lhe um abraço apertado, desejando sua melhora de fato e de todo o meu coração, senti cólicas fortes e consegui chegar em casa com muito custo, tive uma diarreia horrível, com tontura, e quase desmaio.
  • Sou voluntária em um grupo que faz cirurgias espirituais a distância, em duas situações ocorreu o seguinte: Uma pessoa que é voluntária junto comigo, sentiu como se eu a tivesse empurrado, (isso não ocorreu de fato), mas ela sentiu exatamente isso, alguns dias depois, o mesmo relatou meu marido, ter se sentido empurrado por mim.
  • Algumas vezes quando faço a técnica proposta pela conscienciologia, e até mesmo algumas que postei do Saulo Calderon, senti como se o lençol flutuasse, como se a minha energia empurrasse ele para longe do meu corpo.
  • Fui a minha dentista e de alguma forma ela me surpreendeu com um tratamento que teria que fazer para antecipar um implante, bem, ela iniciou o tratamento em si, e por várias vezes a cadeira onde eu estava deitada levantava o encosto, eu nos meus pensamentos achava que ela estava encostando a perna em algum botão e a cadeira se movimentava.
    Mas ela me disse, eu não estou entendendo o que está acontecendo com esta cadeira, ela está subindo sozinha, que coisa mais estranha. Chegou várias vezes a levar sustos porque a cadeira se movimentou em torno de 7 a 8 vezes.
  • A ultima coisa estranha que ocorreu foi na semana passada, final de julho/16, em uma palestra espírita, estava assistindo o tema Inimigos, e um pouco antes da palestra iniciar, conversei com a responsável pelo centro que eu estava estudando sobre a Ectoplasmia e a saúde, que achava um tema muito interessante e me propus a preparar uma palestra sobre um outro tema, aquele que entendo um pouco mais que é a Empatia.  No meio da palestra ouvimos um estouro forte, como se uma pedra grande tivesse sido atirada e um vidro grosso rachou de ponta a ponta, do nada. Não posso afirmar que tal fato ocorreu por algum problema real e físico mesmo (como aperto de parafuso/clima, etc…), ou se ocorreu por causa da energia ectoplásmica, apenas registro tal fato porque eu estava presente no local.
  • Nos meses de junho e julho de 2016 – alguns acidentes aconteceram, foram várias quedas:
  1. Senti como se tivesse recebido uma passada de perna, tropecei em algo e rolei no chão (foi lindo de se ver….rsrs).
  2. Desta vez fui pegar uma travessa de vidro no armário, subi em uma cadeira fui ao chão que nem uma jaca podre, consegui salvar a travessa, mas machuquei minha perna.
  3. Nesta outra queda estava em um passeio, simplesmente não percebi um buraco e minha perna acertou o buraco direitinho,…rs….como se ele tivesse sido feito pra mim….e de novo estava eu no chão….rs
  4. Estava entrando em casa, novamente com uma travessa na mão, desta vez ela era de alumínio, entrei na frente, depois meu marido, meu cunhado e minha irmã, escorreguei e os três ficaram me olhando como se perguntassem o que você está fazendo aí embaixo??
  • Tenho diagnosticado por exames, a Síndrome do Vaso Vagal, sofro desmaios desde a infância.
  • Enxaquecas constantes
  • Vômitos
  • Estômago incha algumas vezes
  • Minha visão fica embaçada, de forma que coloco meu óculos de grau e mesmo com ele não enxergo nada, nem de perto, nem de longe.
  • Meus ouvidos, algumas vezes parecem ter um fone de ouvido pendurado, esta sensação vai até o duto auditivo, outras vezes parece ter um bicho com asas a bater constantemente, outras vezes sinto uma fibrilação (significado: série de contrações rápidas e desordenadas das fibras musculares)
  • Minha garganta as vezes parece ter algo travando, como se não passasse nada ali, nem agua, nem alimento, essa sensação vai das amígdalas até a garganta.

De alguma forma, compartilho com vocês meus últimos relatos…e o porquê, de andar um pouco quieta ultimamente. Tenho enfiado a cara em livros para entender essa tal de Ectoplasmia…

Anúncios

2 comentários sobre “Algumas Explicações – Porque Ectoplasmia??? – Por Katia Di Giaimo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.